Publicidade
Esportes
Craque

Vascão sofre gol no finalzinho da partida e se complica ainda mais no Brasileirão 2015

Time carioca segue na última posição do Campeonato Brasileiro e com 95% de chances de ser rebaixado para a Série B 29/08/2015 às 20:31
Show 1
Vasco perde mais uma no Campeonato Brasileiro
acritica.com* ---

Não foi neste sábado (29/08) que o Vasco retomou o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro. No Estádio Maracanã, o Gigante da Colina criou inúmeras oportunidades, mas não conseguiu balançar as redes. Recuado ao longo de toda a partida, o Figueirense encaixou um contra-ataque no minuto final e marcou o gol de sua vitória por 1 a 0.

Em busca da recuperação na competição nacional, o clube de São Januário retorna aos gramados na próxima quarta-feira (02/09) para enfrentar o Internacional. A partida será realizada no Estádio Beira Rio, casa do colorado, às 19h30.

O JOGO
Empurrado por sua torcida, que compareceu em bom número no Maracanã, o Vasco iniciou a partida a mil por hora. Antes do cronômetro chegar ao primeiro minuto, Christianno recebeu de Rafael Silva e serviu Riascos, que chutou para fora cruzado. O Gigante da Colina seguiu dominando as ações, mas só voltou a assustar aos 15, com Rafael Silva. A zaga impediu o gol.

Recuado no início do jogo, o Figueirense começou a se soltar a partir dos 18 minutos. A primeira chance foi criada por Dudu. O camisa 11 fez grande jogada pela esquerda e tocou para Clayton, que finalizou para fora. A investida empolgou o Figueirense, que voltou a levar perigo com Alemão, aos 22, e Paulo Roberto, aos 23. A resposta vascaína veio em seguida com Rafael Silva. O atacante aproveitou vacilo da defesa adversária e arriscou da entrada da grande área. Alex Muralha fez uma espetacular defesa e evitou o gol.


Quem também não conseguiu balançar as redes foi Riascos aos 27. Após lançamento de Julio do Santos, Rafael Silva disputou a bola no alto e o colombiano, na sobra, chutou à direita da meta catarinense. O Vasco seguiu pressionando e por pouco não abriu o placar antes dos 40 minutos. Julio dos Santos, aos 37, parou na retaguarda rival. Já Anderson Salles, aos 39, viu sua forte cabeçada parar nas mãos de Alex Muralha. A última chance da etapa inicial foi de Jean Patrick. Após Christianno chutar cruzado, o lateral driblou os marcadores, incluindo o goleiro, mas escorregou no momento da conclusão.

O panorama da partida não mudou no segundo tempo. Precisando da vitória, o Gigante seguiu sendo ofensivo. Aos 10 minutos, Nenê cobrou falta e Alex Muralha afastou o perigo. Pouco tempo depois, novo cruzamento do camisa 10 e cabeçada de Julio do Santos em cima do camisa 1 do Figueirense. Aos 22 minutos, o Vasco desperdiçou uma grande oportunidade. Na ocasião, Christianno cruzou, a zaga falhou e Thalles ficou cara a cara com o goleiro. Para a infelicidade dos vascaínos, o atacante mandou para fora.

A história se repetiu três minutos depois. Dessa vez, Rafael Silva arriscou da entrada da grande área, o goleiro espalmou e Thalles, no rebote, chutou no lado de fora da rede. O clube de São Januário não desistiu, mas a bola seguiu insistindo em não entrar. Aos 32 minutos, Nenê cruzou na medida para Christianno, que cabeceou para outra espetacular intervenção de Alex Muralha. Pouco ofensivo no segundo tempo, o visitante acertou um contra-ataque no minuto final e balançou as redes com Marcão: Figueirense 1 x 0.

FICHA TÉCNICAVASCO DA GAMA 1 x 0 FIGUEIRENSE

Campeonato Brasileiro- 21ª rodada
Local: Estádio Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)Auxiliares: Pedro Jorge Santos de Araújo (AL) e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL)Público presente: 17.940 torcedores Público pagante: 14.857 Renda: 436.840,00Cartões amarelos: Guiñazu e Luan (Vasco); Yago, Alex Muralha, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso (Figueirense)Gol: Marcão, aos 48' do segundo tempo.


Vasco: Martín Silva, Jean Patrick (Thalles), Anderson Salles, Luan e Christianno; Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos (Romarinho), Nenê e Rafael Silva; Riascos (Andrezinho). Treinador: Jorginho.

Figueirense: Alex Muralha, Leandro Silva, Thiago Heleno, Bruno Alves e Marcos Pedroso; Daner, Paulo Roberto (Fabinho), João Vitor (Yago) e Dudu; Clayton e Alemão (Marcão). Treinador: René Simões.

Publicidade
Publicidade