Domingo, 19 de Maio de 2019
PARTIDA

Vasco e Corinthians empatam em 1 a 1 na Arena da Amazônia

Resultado mantém Vasco na zona de rebaixamento. Times foram aplaudidos pelas torcidas na capital



2fcecb25-7c22-4326-a773-ad7d24e51607_CB2D9317-1F9A-402A-A4F0-2E6C10AFC1CB.jpg
Foto: Euzivaldo Queiroz
04/05/2019 às 20:56

A partida entre Vasco da Gama e Corinthians não saiu do empate, em 1 a 1, na noite deste sábado (4), na Arena da Amazônia, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O gol do Cruzmaltino foi marcado por Maxi López, enquanto do Timão, foi convertido por Mateus Vital. Apesar do empate, ambas as equipes foram aplaudidas por suas respectivas torcidas,

O resultado não foi o suficiente para que a equipe carioca saísse da zona de rebaixamento. Já o Corinthians pode perder algumas posições e ficar próximo da zona da degola, com ao final da rodada.

O próximo confronto do Vasco será fora de casa, casa contra o Santos, no dia 12 de maio. O Corinthians já joga em casa conta o Grêmio no dia 11 de maio.

O jogo

Com o apoio da torcida o Vasco começa a partida buscando mais o gol e logo aos dois minutos, Pikachu cobrou escanteio da esquerda e Lucas Mineiro cabeceou para fora.

A partida então ficou equilibrada, com ambas as equipes brigando pela posse de bola no meio campo, mas com vantagem para a equipe carioca, que consegue chegar até a linha de fundo, porém não finaliza a gol.

O Corinthians só conseguiu ter seu primeiro ataque perigoso aos 11 minutos, com um chute de fora da área de Mateus Vital, que passou ao lado direito do goleiro Cruzmaltino Sidão.

O Vasco respondeu mais uma vez pela esquerda, Yan Sasse cruzou e Pikachu completou com um chute de primeira, mas a bola bateu na zaga e sobe. Cássio saiu do gol para fazer a defesa, aos 13 minutos do primeiro tempo.

Três minutos depois, o Timão respondeu com Mateus Vital, que fez jogada individual pela direita, invadiu a área vascaína, driblou três marcadores e chutou cruzado, para marcar um golaço, fazendo valer a 'lei do ex'. 1 a 0 Corinthians.

Atrás do placar, o alvinegro carioca partiu para o ataque e quase empatou a partida aos 24 minutos. Sasse tocou para Maxi López, que tocou para Yago Pikachu dentro da área que chutou mas a bola mais uma vez bate na defesa corinthiana e fica viva na área, até que o árbitro Rodrigo D'alonso marca falta de ataque.

Aos 30 minutos, mais uma chance do Cruzmaltino com Yago Pikachu. O meia  fica livre de marcação na entrada da área e experimentou, mas a bola passa pelo lado esquerdo de Cássio.

Em um ataque perigoso do Vasco, aos 35 minutos, Rossi é derrubado na área e os jogadores reclamam de pênalti e pela primeira vez na história da Arena da Amazônia, o VAR aciona o árbitro Ricardo D'aloso para rever o lance. Após ver o vídeo o árbitro catarinense  confirma a penalidade máxima para a equipe carioca. Maxi López é quem vai para cobrança e converte. 1 a 1.

Com o jogo empatado, tanto Vasco quanto Corinthians voltam a disputar a posse de bola, com jogadas frustradas pela defesas, até o final do primeiro tempo.

Já na volta do intervalo o Vasco tem a chance de ficar a frente do placar no primeiro minuto. Sasse, pela direita, tocou para Maxi López, que tenta driblar o marcador dentro da área, cai e pede pênalti, mas o árbitro mandou seguir e o Corinthians emenda um contra-ataque pela esquerda, Vagner Love cruzou e Jadson bate de primeira, mas a bola vai para fora.

Aos três minutos, mais Cruzmaltino. Rossi invade a área pela direita e chutou para o gol, Cássio fez a defesa de manchete e a bola sobrou para Pikachu, que chutou no canto direito, mas Cássio conseguiu fazer a defesa.

O Corinthians só consegue sair da pressão vascaína aos oito minutos, após cruzamento da direita, Jadson completou de cabeça, mas a bola vai pela linha de fundo.

O Vasco agora manda na partida e tem as melhores oportunidades de desempatar a partida, mas é frustrado pela forte defesa corinthiana.

A partida ficou morna e outra boa oportunidade de colocar alguém na frente do marcador, só veio aos 30 minutos, com o Corinthians. Clayson cruzou da esquerda e Vagner Love completou de cabeça, mas a bola não oferece nenhum perigo ao gol de Sidão.

Ambas as equipes ficaram sem inspiração ofensiva e os técnicos fizeram as três substituições para dar um ânimo nas equipes, mas a partida continuou truncada.

O Corinthians levou perigo com as bolas paradas. Aos 42 minutos, Clayson cobra falta pela direita e o zagueiro Marllon cabeceou para fora.

Ficha técnica

Vasco: Sidão, Cláudio Wink, Luiz Gustavo, Ricardo, Danilo Barcelos, Raul, Lucas Mineiro, Yan Sasse (Jatinho), Yago Pikachu (Bruno César), Rossi (Valdivia) e Maxi López.

Corinthians: Cássio, Michel Macêdo, Marllon, Pedro Henrique, Carlos Augusto, Ralf, Richard (Ramiro), Jadson, Mateus Vital (Pedrinho), André Luis (Clayson)e Vagner Love.

Público pagante: 23.974

Público presente: 25.779

Renda: R$ 1.707.779,00

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.