Publicidade
Esportes
É hoje!

Vasco e Londrina se enfrentam neste sábado (8) na Arena da Amazônia

Jogando na Arena da Amazônia, Vasco precisa bater o Londrina para brigar pela liderança do Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão 08/10/2016 às 05:00 - Atualizado em 08/10/2016 às 09:56
Show zcr0308 101 p01
Jorginho disse que a equipe está motivada e espera uma vitória para acalmar os ânimos da torcida (Foto; Antônio Lima)
Camila Leonel Manaus (AM)

Em tempos turbulentos, o Vasco espera que o apoio da torcida em Manaus e o bom retrospecto na cidade tragam a vitória que o time de Jorginho tanto precisa para voltar à liderança da Série B. As duas equipes se enfrentam neste sábado (8), às 17h30, na Arena da Amazônia. Musa do time convoca torcedores.

O Vasco é o vice-líder da Série B, com 51 pontos, um a menos que o Atlético Goianiense, com 52. O Londrina, adversário deste sábado, é o quarto colocado com 48, mesma pontuação do Avaí, que está em terceiro.

No primeiro turno, as duas equipes se enfrentaram e o Vasco saiu vitorioso com um gol de Rodrigo. A vitória sobre o Londrina, trouxe sossego à São Januário após uma derrota para o Paysandu, em casa. Mais uma vez, o Vasco enfrenta o Londrina pressionado após duas derrotas nos últimos dois jogos que culminou com a perda da liderança. Para a partida de hoje, Jorginho espera páreo duro, mas garante que do lado vascaíno determinação não vai faltar.

“É um jogo difícil. A equipe (do Londrina) ganhou um gás dentro da competição e é uma equipe muito difícil. É o único treinador que está há dois anos no cargo. É uma equipe muito competitiva. O primeiro jogo nós ganhamos de 1 a 0, mas não foi fácil, então nesse jogo vai ser difícil, mas é nesses jogos difíceis que a gente vê o grande jogador, o grande clube, então a gente está muito motivado e disposto em reverter a situação, que infelizmente a gente deixou passar nessa nossa liderança”, explicou o treinador.

O gol da vitória contra o Londrina, no primeiro turno foi marcado por Rodrigo, mas o zagueiro vascaíno não estará presente no jogo de logo mais após pedir dispensa para resolver assuntos pessoais. Mas se existem desfalques, também tem retorno. Nenê cumpriu a suspensão e está de volta ao time.

Distantes

 Uma diferença do Vasco que veio a Manaus no início do ano para agora é uma certa distância em relação à torcida. Os dois treinos foram abertos apenas para a imprensa. O único contato com o torcedor foi no aeroporto. Jorginho explica que isso se deu por questões de segurança, mas disse que conta com o apoio da torcida no estádio.

“Isso foi uma determinação que vem sempre do presidente. Ele gosta de manter um pouquinho mais fechado, tem a questão da polícia também. A gente não sabia se eles teriam condições de manter o pessoal do lado de fora, mas não tem nenhum mistério. No treino a gente fez um trabalhinho só organizando a equipe para o jogo. O povo de Manaus é muito querido recebeu a gente muito bem no aeroporto, tem ido lá no hotel.. a gente lamenta por não ter deixado entrar, mas eles sempre são muito queridos e, com certeza, vai encher o estádio e nos ajudar nesse momento que é importantíssimo para a gente”, declarou.

De volta às origens

O Vasco está de volta ao Norte, mas para um jogador em especial a expedição à parte de cima do mapa, traz um gostinho especial: o de estar em casa. Yago Pikachu, que nasceu em Belém e foi revelado pelo Paysandu, disse que em Belém o resultado não foi o esperado, mas quer sair de Manaus com a vitória.

“Estou feliz por estar voltando. Infelizmente a gente perdeu o jogo em Belém, mas fiquei feliz por ter voltado à minha terra, muito feliz por ter encontrado os familiares e amigos. Infelizmente o resultado não foi esperado, mas o apoio da torcida foi importante lá, assim como vai ser aqui e a gente espera voltar a vencer, que é o nosso principal objetivo. Espero que no jogo daqui seja o mesmo resultado da última vez, quando vencemos o Fluminense e o Flamengo”, disse o lateral direito do Vasco.

Publicidade
Publicidade