Publicidade
Esportes
Futebol

Clássico dos Milhões: a rivalidade entre Vasco x Flamengo em números

O jogo deste domingo em Manaus será o duelo de número 395 entre Vasco e Fla. O primeiro encontro foi no dia 29 de abril de 1923, pelo Campeonato Carioca 23/04/2016 às 12:02 - Atualizado em 23/04/2016 às 12:03
Show dfg
Veja um pouco da imensidão dos números que envolvem o duelo entre os arquirrivais cariocas
Dani Brito Manaus

O confronto mais conhecido como “Clássico dos Milhões” está sendo esperado com desejo de vitória e ansiedade por uma infinidade de flamenguistas e vascaínos espalhados por Manaus. Amanhã à tarde, na Arena da Amazônia, serão quase 45 mil corações envolvidos no jogo que vale vaga na final do Campeonato Carioca 2016. A história da rivalidade é rica e a reportagem mostra um pouco a imensidão dos números que envolvem o duelo entre os arquirrivais cariocas.

O jogo em Manaus será o duelo de número 395 entre Vasco e Fla.  O primeiro encontro entre o Bacalhau e Urubu foi no dia 29 de abril de 1923, pelo Campeonato Carioca. Na ocasião o Flamengo saiu na vantagem vencendo por 1x0. Porém, nem mesmo a derrota para o Rubro-Negro fez com que a estrela do Gigante da Colina se apagasse. No mesmo ano o Vasco ganhou o Carioca, e a imprensa da época exaltou a ótima campanha do time, dando início a maior rivalidade entre clubes do Brasil.

De lá pra cá os números cresceram tanto quanto a rivalidade que time e torcedores. Dos 394 jogos, o Flamengo tem vantagem de ter ganhado dez a mais que o Vasco. Foram 148 vitórias do Flamengo, contra 138 do Vasco. E uma curiosidade: os times nunca se enfrentaram em finais de Brasileirão.

Apesar da supremacia, o Fla perde para o Vasco quando o assunto é confrontos em finais de campeonatos, taças e torneios amistosos. Os dois decidiram 51 títulos, e em 26 oportunidades, quem deu a volta olímpica foi o Vasco. O Fla ficou com as outras 25 taças.

Contrariando a “fama de vice” do Vasco da Gama, o Flamengo também contabiliza um número maior de vices-campeonatos que o rival, contabilizando todas as decisões que os clubes já participaram em suas histórias centenárias. Ao todo, são 40 vice-campeonatos para o Mengo e 36 para o Vasco. A fama de vice do Bacalhau se deve, principalmente, ao fato de ele ter sido tri-vice Carioca, nos anos de 99, 2000 e 2001.

Os jogos empatados somam 108, inclusive em finais de campeonatos, como foi no caso da final do Carioca de 1959, em que Vasco ficou com a taça após 1x1 no Maraca, e no Carioca de 1974, onde o Mengo fez a festa após um jogo sem gols contra o seu principal rival.

Bola na rede e longos jejuns

Somando todos os gols feitos em partidas pelos times rivais, chegamos a 1.020 bolas na rede na história do clássico dos Milhões. 516 destes gols foram comemorados pelos flamenguistas de Norte a Sul do Brasil. Já os outros 504, foram gritos de libertação dos vascaínos pelo país afora.

Falando em gols, o Vasco tem o maior artilheiro do clássico dos milhões. Ele é o atacante Roberto Dinamite, que é o jogador que mais fez gols com a camisa cruzmaltina na história e recentemente foi presidente do clube. Dinamite fez 27 gols no clássico, ficando à frente, nesta lista, do também grande ídolo do Flamengo, o meia Zico, que fez 19 gols no Bacalhau.

O Campeonato Carioca é onde os dois times mais se enfrentaram e foi neles que foram registradas as maiores goleadas entre os times. Em 1931 o Vasco deu uma peia de 7x0 no Flamengo. Já em 1973, foi a vez do Flamengo ganhar de 6x2 em cima do time rival.

Quando o assunto é o “tabu” de vitórias sobre o rival, o Vasco também está à frente do Flamengo. Entre 1945 e 1950, o Bacalhau ficou 20 partidas sem saber o que é perder para o Urubu. Já o Flamengo, entre 1941 e 1943, conseguiu a marca história de 11 jogos sem sofrer derrotas para o rival. Atualmente, o Vasco mantém a invencibilidade de oito jogos sobre o rival. Será que ela acaba ou aumenta amanhã?

Números

Foram 1020 gols feitos ao longo da história do Clássico dos Milhões. A primeira vez em que os rivais se enfrentaram foi no ano de 1923, pelo Campeonato Carioca e o Fla venceu por 1 a 0.

Publicidade
Publicidade