Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Craque

Vice-artilheiro da Segundona pelo Galo, Tiago Verçosa sonha ser o goleador máximo da competição

Empatado em gols (5) com o também atacante Charles, do Operário, goleador do Atlético Rio Negro Clube quer repetir bom momento de 2007, quando marcou 26 vezes defendendo o arquirival Nacional


25/11/2014 às 21:20

Vice-artilheiro da Série B do Amazonense, o atacante do Rio Negro,  Tiago Verçosa, 26,  com cinco gols - empatado com o atacante Charles do Operário e um há menos que Junior Neymar do Tarumã (seis gols) - está determinado a se tornar o “matador” da segundinha.

Os cinco gols, resultado das boas atuações, motivam o jogador a querer  ser o dono  da  artilharia da competição.

“Ser artilheiro é importante. Todo atacante quer fazer gol, mas eu primeiramente penso na vitória. Se tiver oportunidade para fazer vou ficar feliz e vai ser muito importante. Se fechar com o título da competição e eu for o artilheiro ficarei feliz”, afirmou o jogador.

Na noite de hoje, o atacante terá a chance de aumentar o número de gols caso aproveite as oportunidades no jogo contra o Cliper/Tefé, às 20h, no estádio Ismael Benigno, a Colina.

“Acho que vai ser mais um jogo difícil. O primeiro turno foi pegado, bastante difícil. Espero que a gente possa sair com uma vitória”, disse o jogador que não terá a “concorrência” do atacante Charles, que cumpre suspensão automática por ter sido expulso na última partida.

Tem o outro
Se não tem um, tem outro. Quando Verçosa estiver em campo, no mesmo horário, às 20h, o artilheiro da competição Júnior Neymar estará lutando para aumentar o quantitativo de gols na partida contra o Operário, no estádio Jornalista Carlos Zamith, mas sem se importar com o adversário na luta pela artilharia, crava o favoritismo para o time de Manacapuru.

“Vai ser um jogo difícil. Os jogos estão bem disputados. O Operário está mostrando ter mais elenco e na minha opinião é forte candidato a subir”, destacou o craque.

Artilheiro de 2007
Na primeira edição da competição, em 2007, Verçosa atuou com a camisa do Nacional, que participou como convidado da disputa. Naquela temporada o atacante deslanchou, marcando 26 gols. “Fiz 26 gols e perdemos o título para o Holanda. Em 2010 subi com o Rio Negro e fiz cinco gols. Espero estar marcando e contribuindo com o Rio Negro”,  frisou o jogador.

Nacional Borbense
A equipe do Nacional Borbense quer mais uma vez impressionar no Campeonato Amazonense. Assim como ocorreu neste ano - conquistando o 4° lugar -, para 2015 a diretoria planeja subir mais alguns degraus.

De acordo com o diretor de futebol do clube, Mário Ivan, o grupo com 22 jogadores já está montado. Os últimos a se integrarem ao elenco foram os jogadores que estão vindo do futebol baiano.

“Temos 22 atletas contratados e já fechamos com seis atletas que jogaram no Galícia (time da primeira divisão do Campeonato Baiano). Contratamos o goleiro Manga, o lateral esquerdo Diego, o lateral direito Negreti e mais um zagueiro. Os outros dois eu esqueci o nome, mas estaremos apresentando na pré-temporada”, disse o dirigente que vai contar com os remanescentes Pablo (goleiro emprestado ao Rio Negro), Manuel Junior (zagueiro), Preto (zagueiro emprestado ao CDC Nova Olinda), Márcio (meio de campo) e Daniel Alemão.
A meta do dirigente é iniciar os períodos de treinamentos ainda na primeira quinzena de janeiro.

publicidade
publicidade
Meninas do Rio Negro vencem o Handebol Clube de Manaus pela 2ª rodada da Liham
Rio Negro toma cinco do Nacional e é rebaixado pela quinta vez no Barezão
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.