Publicidade
Esportes
Craque

Vice-presidente do COI, Nawal El Moutawakel concede entrevista exclusiva a TV A Crítica

Ex-atleta marroquina conversou com a apresentadora do Manhã no Ar, a jornalista Daniela Assayag, relembrou  o ouro conquistado nas Olimpíadas de 84 e também fez vários elogios a Manaus 07/08/2015 às 19:33
Show 1
A campeã olímpica acredita que a capital amazonense está preparada para receber os jogos olímpicos
Camila Leonel Manaus (AM)

A vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Nawal El Moutawakel esteve presente em Manaus para a solenidade de assinatura do contrato de cidade-sede assinado pelo prefeito Arthur Neto na quinta-feira (6). Após o evento, a ex-atleta marroquina recebeu das mãos do presidente da Confederação Sul Americana de Atletismo (Consudatle), Roberto Gesta, o título de Dama do Esporte.  Ela também concedeu entrevista exclusiva à jornalista Daniela Assayag, apresentadora do “Manhã no Ar”, da TV A Crítica.

Nawal conquistou um feito inédito, ela foi à primeira mulher africana e muçulmana a conquistar uma medalha olímpica. O feito foi durante as Olimpíadas de 1984, em Los Angeles, quando ela foi ouro na prova de 400 metros com barreiras. Foi a primeira edição das provas para mulheres em jogos olímpicos. Nawal classificou a conquista como um sonho realizado.

 “A competição de 84 foi um sonho que se tornou realidade. Foi como um fenômeno que marcou a minha vida e a vida de todas as pessoas do Marrocos”, contou durante a entrevista.

Nascida em Casablanca, Marrocos, ela foi criada em uma família liberal para os padrões marroquinos. O pai a incentivou a prática esportiva, porém, foi em sua mãe que ela se espelhou para fazer história. “Eu cresci olhando para a minha mãe, uma mulher incomum. Ela  foi educada, alfabetizada e até trabalhou no banco.  Vendo o exemplo da minha mãe, eu quis me tornar um exemplo para todas as outras garotas do Marrocos”, relembrou

Sobre Manaus ser sede dos jogos Olímpicos, Nawal elogiou a cidade e acredita que a Copa do Mundo de 2014, credenciou a capital Amazonense  para receber o torneio de futebol das Olimpíadas do Rio 2016.

“Manaus mostrou para o mundo que pode receber um grande evento de futebol. A Copa do Mundo foi uma oportunidade que o Brasil teve para mostrar que não é apenas é o primeiro país da América do Sul, mas o quanto é fantástico receber grandes competições”, afirmou.

Para os jogos, a esperança de Nawal é que os amazonenses vivam o evento. “Espero que todos estejam presentes de coração e de alma”, finalizou.


Assista a entrevista completa no programa Manhã no ar

Reveja a solenidade de assinatura


Publicidade
Publicidade