Publicidade
Esportes
Craque

Zagueiros chamados de 'lentos' por atacante do Tufão rebatem crítica: 'Aqui, Mailson não passa'

Rafael Morisco e Anderson Rocha rebateram críticas do atacante do São Raimundo, Mailson, que chamou a zaga do Nacional de lenta. Zagueiros estão inspirados após a declaração 06/03/2013 às 15:29
Show 1
Rafael Morisco e Anderson Rocha prometem calar rival no campo
Bruno Tadeu Manaus (AM)

Ainda faltam três dias para o jogo decisivo entre São Raimundo e Nacional, mas o confronto já começou fora de campo. Após polêmica declaração do atacante Mailson, do Tufão, na qual considerou lenta a zaga do Naça, foi a vez da dupla de defensores do Leão da Vila Municipal rebater. Inspirados, eles colaram a reportagem polêmica no mural do vestiário e prometeram atenção especial ao jogador na partida de sábado. 

Um dos primeiros a saber da reportagem, publicada ontem no CRAQUE, o zagueiro Rafael Morisco não mediu palavras na hora de responder. “Foi infeliz nas palavras dele. A entrevista dele já está sendo uma fonte de inspiração para mim e para o Rocha e já está até grudada no nosso mural, dentro do nosso vestiário”, revelou.

Sentido-se desafiado, o zagueiro foi além. “Já até mandei pegar a foto dele e imprimir para colocar no rosto dos nossos atacantes, para nós irmos à caça começando nos treinos, para chegar no jogo e não errar o alvo”, disparou Morisco, que se recupera de dores nas pernas, mas não deve ser problema para o técnico Vilson Tadei na próxima rodada.

Mais contido, Anderson Rocha prefere ignorar a declaração de Mailson e se diz concentrado nos objetivos do clube. “Agora, no começo da semana, eu não tenho nada para dizer para eles. A gente tem que trabalhar e manter nosso foco. Não vai ser um jogador qualquer que vai desestruturar nosso pensamento e onde a gente quer chegar”, disse o atleta.

Pela primeira vez formando dupla com Rafael Morisco, Rocha ressalta que os dois ainda estão em busca do melhor entendimento. “A gente está buscando o entrosamento o mais rápido possível. Já estamos na terceira partida, indo para a quarta, e acredito que não vai haver nenhum problema”, estimou.

No retrospecto da zaga do Nacional e do atacante Mailson, do São Raimundo, um curioso equilíbrio. Empatado com o próprio Tufão e o Fast, o Leão da Vila tem a segunda melhor defesa da competição com três gols sofridos. Já o camisa 7 é o artilheiro do time da Colina em 2013, com 3 gols.

Preparação Ainda em fase de preparação para o jogo de sábado, o Nacional segue cronograma normal de treino no Centro de Treinamento Barbosa Filho. Sem se abalar com a derrota sofrida contra o Princesa do Solimões, no último domingo, o grupo demonstrou tranquilidade e bom humor antes do treino de começar o treino de ontem.

O técnico Vilson Tadei procurou não adiantar detalhes sobre o próximo jogo. “O grupo está se preparando. Sabemos que é um jogo muito importante (contra o São Raimundo), então vamos trabalhar para isso durante essa semana”, resumiu.

Entre os titulares, não há lesionados, mas o meia Danilo Rios é desfalque certo para a próxima partida. Ele foi expulso no último jogo após entrada violenta no meia Delciney, do Princesa do Solimões.

Já o seu chará, o atacante Danilo Pereira, segue com problemas na panturrilha direita e deve ser desfalque no banco de reservas do time. Apesar da mudar o time diante do Princesa, Vilson Tadei deve seguir com a mesma escalação que superou o Sul América por 5 a 2 na segunda rodada. O volante Lído deve ganhar a vaga de Danilo Rios.

Pequeno tabu

A última vez que o São Raimundo venceu o Nacional foi no dia 11 de maio de 2011, em jogo válido pelo Campeonato Amazonense. Jogo foi em Iranduba.

Ano do equilíbrio

Na ocasião, o Tufão venceu por 2 a 0. As equipes se enfrentaram novamente na semifinal daquele ano e o Nacional levou a melhor, com vitória por 3 a 2 no Sesi.

Publicidade
Publicidade