Publicidade
Esportes
Craque

Zé Marco faz 'análise fria' das semifinais e elogia Lacraia, com chances de titularidade

Reconhecendo que o clima entre jogadores e comissão técnica a princípio era de abatimento pelo resultado do primeiro jogo, fez questão de ressaltar que vem reconstruindo confiança 01/06/2015 às 21:09
Show 1
Fast e Princesa tem outro duelo marcado para o domingo, também na Colina
Felipe de Paula Manaus (AM)

Frustrado com a derrota para o Fast no jogo de ida da semifinal do Campeonato Amazonense, no último sábado, o técnico do Princesa do Solimões Zé Marco foi o primeiro integrante da comissão técnica do Tubarão a descer as escadas que dão acesso  aos vestiários da Colina após o jogo, sem dar chance à marcação cerrada da imprensa.

Procurado pela reportagem do CRAQUE no vestiário, ele falou rápido e fez uma breve análise da partida que em que viu o Fast ampliar a vantagem que o dono da melhor campanha detém na segunda fase. “Jogamos abaixo e pagamos o preço. Temos noventa minutos para fazer dois gols”, resumiu o treinador na ocasião.Dois dias depois da vitória, Zé Marco pôde falar com mais tranquilidade e, como ele mesmo disse, “analisar friamente” a partida.

“Tivemos várias oportundidades, mas pecamos nas finalizações. Eles tiveram mais volume de jogo no primeiro tempo, mas foi um jogo equilibrado”, disse Zé, que não acredita que, mesmo diante da boa vantagem, o Rolo Compressor venha mais fechado para a partida de volta da semifinal.“Se você for analisar o tempo em que o Fast sofreu mais (segundo tempo da partida de ida), se eles se fecharem de novo, vão sofrer da mesma forma. Por isso não acredito que será viável para eles (Fast) só se defenderem”, disse o treinador.

Questionado se, na ânsia de apresentar opções táticas diferentes das dos dois primeiros jogos entre Fast e Princesa na primeira e segunda fase do Campeonato Amazonense, em que o Tubarão venceu o Rolo por duas vezes, não teria levado o time de Manacapuru, que variou muito a posição entre jogadores no primeiro tempo, a se perder em campo, Zé Marco concorda com a reportagem.

“Sim, faltou (mais do mesmo). Principalmente no setor de meio campo, no encaixe da marcação e na saída de bola”, diz ele, que acredita na virada do Princesa no jogo de volta, marcado para este domingo, no estádio Ismael Benigno, a Colina, Zona Oeste de Manaus, a partir das 18 horas.

Reconhecendo que o clima entre jogadores e comissão técnica a princípio era de abatimento pelo resultado do primeiro jogo, fez questão de ressaltar que vem trabalhando na reconstrução da autoestima dos jogadores com base nos resultados satisfatórios diante do adversário já conseguidas no campeonato. “Vencemos o Fast duas vezes e temos condição de buscar o resultado. Vamos à guerra”.

Vai, Lacraia!

Um dos melhores jogadores do Princesa na partida contra o Fast, o meia-atacante Júnior Lacraia entrou no segundo tempo e fez boa partida, infernizando a vida dos defensores do Rolo. Com boas atuações nos últimos jogos, o atleta pode ser uma peça importante no quebra-cabeça que Zé Marco deve remontar  para a partida de volta da seminfinal. “Gostei demais não só deste como dos últimos jogos em que ele tem entrado e mostado serviço. É uma opção que vamos ver no decorrer da semana”, disse o treinador.

Publicidade
Publicidade