Publicidade
Amazônia
Livro Vitamina A

A importância da vitamina A é abordada em publicação científica

Publicação reserva um capítulo para tratar da importância do consumo de alimentos ricos em vitamina A, como o buriti, tucumã e pupunha 09/08/2013 às 12:01
Show 1
O livro “Bases Bioquímicas e Fisiológicas da Nutrição” contou com a participação dos pesquisadores do Inpa, Jaime Aguiar e Lúcia Yuyama
acritica.com Manaus

Ela está relacionada ao desenvolvimento dos ossos no organismo e possui ação protetora na pele e mucosa, além de outras importantes funções como a contribuição para o desenvolvimento normal dos dentes, bom estado do cabelo e também na prevenção de doenças oftalmológicas. Apesar de ser tão importante para a saúde, a vitamina não é sintetizada pelo organismo humano e deve ser obtida por meio de uma alimentação que seja forte nesse composto.

Várias pesquisas realizadas na área de nutrição apontam que há uma deficiência de vitamina A o que representa um dos maiores problemas de nutrição e saúde pública em diversos países do mundo. No Amazonas, pesquisadores da Coordenação de Sociedade, Ambiente e Saúde(CSAS) do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia(Inpa/MCTI) participaram da produção do livro “ Bases Bioquímicas e Fisiológicas da Nutrição” com o objetivo de conhecer mais a importância  da vitamina A e formas de como inseri-la na dieta do brasileiro.

Os pesquisadores Lúcia Yuyama e Jaime Aguiar discorreram sobre a vitamina A e suas funções em um capítulo do livro. “A alimentação e a nutrição são fundamentais para o desenvolvimento humano e devem estar inseridas em um contexto de ações integradas voltadas para a prevenção de processos de carências, como a hipovitaminose”, afirma Jaime Aguiar.

De acordo com Aguiar, o livro proporcionará informações valiosas ao que concernem conhecimentos básicos da área de nutrição. “Este livro tem como objetivo proporcionar aos alunos do curso de nutrição, tanto da graduação e da pós-graduação, assim como os interessados em conhecimentos básicos da área de Bioquímica e da Fisiologia da Nutrição, informações científicas clássicas e também as descobertas mais atuais sobre esse emaranhado de reações químicas do organismo humano”, finaliza o pesquisador.

A obra foi organizada pelas pesquisadoras Silvia Maria Franciscato Cozzolino e Cristiane Cominetti, com a colaboração de vários pesquisadores da área de nutrição.

O incentivo ao consumo de frutas, verduras e legumes, destacando as frutas da Amazônia, como o abricó, buriti, tucumã e pupunha, com teor elevado de caroteno, deve ser implementado junto à população.



Publicidade
Publicidade