Publicidade
Amazônia
Forças Armadas

Ação Cívico-Social da operação Ágata 11 atende moradores de Itacoatiara (AM)

A atividade envolveu militares das três Forças Armadas do País (exército, marinha e aeronáutica) que ofertaram serviços na assistência jurídica e social, barbearia, corte de cabelo, palestras, além de uma variedade de especialidades na área médica 20/06/2016 às 14:34
Show al ai
Uma série de atividades foram oferecidas ao moradores do município de Itacoatiara durante a Ação Cívico-Social / Foto: Evandro Seixas
Isabelle Valois Manaus (AM)

Mais de 4 mil moradores do município de Itacoatiara (a 277 quilômetros de Manaus) foram assistidos neste final de semana, com a Ação Cívico-Social da operação ‘Ágata 11’. A atividade envolveu militares das três Forças Armadas do País (exército, marinha e aeronáutica) que ofertaram serviços na assistência jurídica e social, barbearia, corte de cabelo, palestras, além de uma variedade de especialidades na área médica.

A dona de casa, Eloiza Guerreiro Ramos, 41, foi uma das beneciadas com a ação. Desde a última quinta-feira, ela vinha sentindo fortes dores quando precisava urinar. “Ouvi no rádio que Itacoatiara iria ganhar a ação, então preferi esperar pelo atendimento dos militares do que ir direto para um posto, pois a situação no interior é bem diferente da capital. Aqui estamos completamente esquecidos. Se for hoje ao posto, só conseguirem um agendamento para dois meses e até lá o meu problema de saúde já estará resolvido. No hospital não é muito diferente, quando não tem médico, falta leito, então escolhemos tratar a doença por conta própria ou quando não recebemos esse tipo de ação”, disse.

Eloíza aproveitou o atendimento e levou todos os exames de rotina que havia realizado no final do ano, mas só tinha conseguido agendar uma consulta com o clínico geral em agosto deste ano, para apresentar aos médicos que atenderiam a ação.

Assim como Eloíza, a dona de casa, Silmara Medeiros, 23, aproveitou a ação para levar a filha de um ano e sete meses para passar por uma consulta com um pediatra. “Temos que aproveitar esse tipo de projeto. Espero que essa ação se repita nos próximos anos, pois todos precisamos dessa assistência”, comentou.

Participação de general

Acompanhado dos comandantes das três forças armadas, o comandante-geral do exército, general Villas Bôas, prestigiou as atividades realizadas na Ação Cívico-Social da operação Ágata 11. O atendimento ocorreu na Praça da Matriz (da igreja de Nossa Senhora do Rosário), no Centro do município. Para animar a ação, músicos das três forças armadas se uniram e apresentaram um variado repertório, que animou os participantes em um período de 10 horas, em dois dias.

Objetivo da operação

A “Operação Ágata” consiste na ação de militares das três Forças Armadas do País, com o objetivo de combater crimes nas fronteiras, com destaque para o narcotráfico, contrabando, descaminho, tráfico de arma e munições, crimes ambientais e garimpo ilegal.

Publicidade
Publicidade