Publicidade
Amazônia
Amazônia

Amor e esperança ao próximo: entre os hospitais, ribeirinhos e comunidades carentes

Grupos de voluntários se unem com o intuito de propiciar assistência aos ribeirinhos da Amazônia, comunidades indígenas, quilombolas e bairros carentes de Manaus 19/12/2015 às 15:46
Show 1
Voluntários foram até uma comunidade rural para a ação solidária, com entrega de donativos, brinquedos e livros
Náferson Cruz Manaus (AM)

Levar o amor e a esperança do Natal à população ribeirinha da Amazônia, aos indígenas e às crianças em recuperação nos leitos do Pronto Socorro Infantil João Lúcio (Joãozinho), na Zona Leste de Manaus. Estas são apenas algumas das muitas ações desenvolvidas, ao longo do ano, pelos voluntários da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas) e Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), com apoio da Organização Não Governamental (ONG) Asas do Socorro.

Sensibilizados com a situação de famílias empobrecidas que sofrem injustiças e privações de seus direitos sociais, o grupo não mede esforços para atender as áreas mais carentes. Eles enfrentam quilômetros de rios, estradas e também áreas consideradas de difícil acesso no perímetro urbano da capital. O desgaste é recompensado pelas centenas de abraços recebidos e pelos inefáveis sorrisos que os fortalecem a cada distância percorrida e obstáculo superado.

De acordo com a diretora regional da Renas no Amazonas, Jaqueline Ferreira, a campanha busca desenvolver ações de cidadania, que abrangem a arrecadação de alimentos e prestação de serviços e atividades recreativas, para atender as famílias ribeirinhas, indígenas e bairros pobres de Manaus.“Fazemos um estudo das áreas em que precisam de maior auxílio, para que os serviços prestados e as doações atendam, de fato, as necessidades”,destacou Ferreira.

A diretora-regional destaca que a rede tem alcance nacional de relacionamento e ações entre as organizações e igrejas evangélicas que atuam na área social na promoção e na defesa dos direitos humanos, bem como no fortalecimento de políticas públicas.

“Durante as atividades proporcionamos encorajamento, capacitação, articulação, mobilização, troca de experiências entre os participantes, em benefício de uma sociedade mais inspirada pelos princípios cristãos”, comentou Ferreira.

‘Sociedade’ missionária

Outra instituição que atua no amparo das famílias carentes é a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). Wilma Ribeiro, articuladora do “Projeto Bola na Rede”, explica que todas as ações da SBB têm como finalidade o cumprimento da missão de contribuir para o desenvolvimento integral do ser humano, utilizando como ferramenta fundamental as escrituras sagradas.

“A Bíblia é um instrumento de transformação espiritual e social, além de fonte de conhecimento e educação. Base cultural e do pensamento filosófico de toda a civilização ocidental, o Livro Sagrado contém, ainda, valores éticos capazes de auxiliar na construção de uma sociedade mais justa, pacífica e harmônica”, enfatizou.

Asas do socorro

A entidade Asas do Socorro, que dá o suporte em parte das ações, que possui base Manaus desde 1973, nasceu em resposta à necessidade de vencer as grandes distâncias e o difícil acesso às comunidades indígenas, remanescentes quilombolas e ribeirinhos, que na maioria das vezes não são incluídas nas ações desenvolvidas na capital.

Saiba mais

Em março de 2003, cerca de 80 igrejas e organizações sociais foram consultadas para pensar na proposta de formação de uma rede evangélica de ação social. Em novembro de 2004, após várias reuniões durante o Congresso Brasileiro de Evangelização (CBE), foi consolidada a Renas.

Voluntários

No Amazonas, em parceria com a Renas, SBB e Asas do Socorro, há outras 12 instituições que comportam 300 voluntários. Para ser voluntário na Renas, o interessado deve entrar em contato pelo site: http://renas.org.br/

Publicidade
Publicidade