Publicidade
Amazônia
PROGRAMAÇÃO

Ampa faz sensibilização ambiental no Bosque da Ciência para o Dia das Crianças

As atividades acontecem nesta quinta-feira, das 9h às 11h e das 14h às 16h. O objetivo é despertar nas crianças a valorização da preservação do meio ambiente 10/10/2018 às 18:09
Show educacao ambiental foto fernanda farias ampa  6  ab035509 d65f 4d3d bc3e bde08c67ca01
acritica.com Manaus

Com intuito de expor a importância da preservação dos mamíferos aquáticos da Amazônia e os ecossistemas aquáticos, a Associação Amigos do Peixe-boi (Ampa) em parceira com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) realiza nesta quinta-feira (11) atividades lúdicas de educação ambiental em alusão ao Dia das Crianças (12 de outubro).

As atividades acontecerão no Bosque da Ciência do Inpa como parte da programação preparada pela coordenação do espaço de visitação pública do Inpa para os pequenos, das 9h às 11h e das 14h às 16h. Estão programadas pela parte da manhã Oficina de Mudas, Arte com Ciência e Arte Coletiva Amigos do Peixe-Boi, as duas últimas desenvolvidas pela Ampa que também seguem à tarde. A única alteração à tarde é que sai a Oficina de Mudas e entra Charadas no Bosque. Na sexta-feira (12) o bosque não funcionará.

A educadora ambiental do Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia, Jamylle de Souza, explica que o principal objetivo é despertar nas crianças a valorização da preservação do meio ambiente. “Nossas atividades do projeto, que recebe o patrocínio da Petrobras, visam fomentar nas crianças a importância de preservar os ecossistemas aquáticos com práticas simples, como reutilizar materiais no seu aprendizado de maneira interativa”.

Conforme Souza, o projeto optou pela arte por ser uma técnica que as crianças gostam muito. “Vamos preparar um mural onde várias crianças poderão desenhar e mandar mensagens de conservação”, conta a educadora.

As atividades da Ampa contarão com a participação de artistas locais que trabalham com materiais de baixo impacto para o meio ambiente, além de ter a natureza como sua principal inspiração, como a artista visual Adriane França, do ateliê França, e o músico Agostinho Guerreiro, do estúdio Tupira.

Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia

O Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia recebe o patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, renovado neste ano. O projeto é executado pela Ampa e tem como principais objetivos resgatar, reabilitar e reintroduzir peixes-bois (Trichechus inunguis) aos rios da Amazônia, além de auxiliar o projeto Boto do Inpa.

O peixe-boi, espécie endêmica da Amazônia, ainda é extremamente caçado na região, como explica o biólogo Diogo Souza. “A carne do peixe-boi é muito apreciada por muitas pessoas, mas a caça e comércio desses animais é ilegal”, diz, acrescentando que por este motivo o Inpa recebe uma média de doze filhotes por ano. “Os caçadores matam a fêmea e o filhote fica órfão e perdido sem saber como se alimentar, já que eles mamam até os dois anos de idade, e aqui no Inpa eles são reabilitados para serem devolvidos para a natureza”.

Com o intuito de reabilitar os filhotes de peixe-boi para serem, futuramente, soltos nos rios da Amazônia, o Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia criou o Programa de Reintrodução. “Após reabilitação adequada os peixes-bois são encaminhados para o semicativeiro para se adaptarem gradual/lentamente à natureza e assim consigam sobreviver quando forem soltos nos rios”, conclui o pesquisador.

Publicidade
Publicidade