Publicidade
Amazônia
Amazônia

Área verde da Zona Norte de Manaus só ‘sobrevive’ graças à proteção dos moradores

Estudo da Semmas apontou que área verde do conjunto Campo Dourado é salva por cidadãos do bem, verdadeiros protetores da natureza 23/09/2014 às 20:52
Show 1
De acordo com levantamento realizado pela prefeitura, a área verde do Campo Dourado tem 21 mil metros quadrados
acritica.com Manaus (AM)

Com 21 mil metros quadrados, a área verde do Conjunto Campo Dourado, na Zona Norte,  só se mantém preservada por conta do envolvimento da população, atenta às tentativas de desmatamento e invasão. Foi o que apontou um diagnóstico prévio realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) sobre o uso da área verde pela comunidade, que detectou ameaças relacionadas ao descarte de resíduos e às queimadas urbanas.

De acordo com a chefe da Divisão de Educação Ambiental da Semmas, Kelly Souza, coordenadora do programa Espaço Verde na Comunidade, um projeto executivo para a realização de intervenções foi aprovado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e utilizará os trechos degradados da área verde para instalação de uma pista de caminhada e uma academia de ginástica ao ar livre para os moradores. Todo o custeio das intervenções será viabilizado por meio de compensações ambientais.

No final de semana, as secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp) e Saúde (Semsa) realizaram atividades em torno da área verde do conjunto Campo Dourado, pelo projeto Espaço Verde na Comunidade.

Desenvolvido pela Semmas, o projeto visa estabelecer uma série de ações de sensibilização e mobilização junto aos moradores de conjuntos habitacionais que possuem preservadas áreas verdes aprovadas nos projetos de loteamentos. O Campo Dourado será a primeira das seis áreas verdes mapeadas que receberão as intervenções.

As atividades contaram com a participação de aproximadamente 30 moradores. Foram oferecidos jogos ambientais, exposição sobre reaproveitamento de resíduos, plantio e distribuição de mudas, orientações sobre a prevenção à dengue, combate à poluição sonora e às queimadas urbanas e apresentação do Reciclabando Garis da Alegria.

Cronograma

A previsão é de que as obras de intervenção no Campo Dourado tenham início no final de outubro. A próxima ação do Espaço Verde na Comunidade está prevista para ocorrer no Conjunto Renato Souza Pinto, no dia 11 de outubro.

Publicidade
Publicidade