Publicidade
Amazônia
Amazônia

Batalhão Ambiental apreende nove toneladas de tambaqui, que segue em período de defeso

Pesca, transporte, armazenamento e comercialização do tambaqui estão proibidas de 1º de outubro a 31 de março. Homem foi preso e levado à delegacia 22/12/2014 às 11:28
Show 1
As nove toneladas de tambaqui serão doadas a entidades filantrópicas
ACRITICA.COM ---

Nove toneladas de peixe da espécie tambaqui foi apreendida por policiais do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) na noite de domingo (21) em um barco vindo da região do Alto Solimões, na região sudeste do Amazonas. A pesca, transporte, armazenamento e a comercialização do tambaqui estão proibidos durante o período de defeso.

A apreensão ocorreu durante fiscalização fluvial no rio Solimões. Os policiais vistoriaram a embarcação Comandante Jardson e encontraram dentro dele, na câmara frigorífica, nove toneladas de tambaqui sem qualquer documentação que atestasse a origem do pescado. A quantidade de nove toneladas foi informada pelo dono do barco.

O tambaqui é um peixe que se encontra em período de defeso, ou seja, a pesca desse animal é considerada crime ambiental durante 1º de outubro a 31 de março, conforme a Instrução Normativa nº 35 do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), de 2005, e segundo a Lei de Crimes Ambientais, art. 34, inciso III.

O responsável pelo barco é Emiliomar Alves de Lima, 42, que foi preso e levado à Delegacia de Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) e autuado em flagrante. Ele responderá pelo crime em liberdade após pagar fiança de um salário mínimo, conforme permite a lei. As nove toneladas de peixe serão doadas pela Dema a entidades filantrópicas.

Publicidade
Publicidade