Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Amazônia

Bosque da Ciência do Inpa terá R$ 1,8 milhão para ampliar estrutura visando a Copa de 2014

Os investimentos no Bosque da Ciência foram anunciados nesta quinta-feira (25) pelo coordenador, Jorge Lobato, após uma reunião em Brasília que ocorreu na noite de quarta-feira (24)


25/04/2013 às 13:55

O Bosque da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) deverá contar com R$ 1,8 milhão para ampliar a estrutura física visando a Copa do mundo de 2014. Os recursos serão utilizados para a melhoria dos espaços já existes e a construção da cobertura dos tanques dos peixes-bois, do viveiro das ariranhas e revitalização do lago amazônico.

Do total de recursos R$ 1,5 mi são do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e os outros R$ 300 mil são provenientes de uma emenda parlamentar da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM). Os investimentos no Bosque da Ciência foram anunciados nesta quinta-feira (25) pelo coordenador, Jorge Lobato, após uma reunião em Brasília que ocorreu na noite de quarta-feira (24).

De acordo com Lobato os recursos são fruto de um esforço institucional com o objetivo de garantir as melhorias necessárias para atender as demandas durante a Copa. Ainda de acordo com ele, os recursos deverão estar disponíveis em 60 dias. “Nós fizemos toda uma articulação via senado onde a senadora solicitou uma audiência com o ministro Marco Antônio Raupp para tratar desse apoio já que o Bosque da Ciência foi eleito um dos dez melhores locais para se visitar em Manaus dentro do contexto turístico e científico. Foi um esforço institucional que envolveu o diretor do Inpa, Adalberto Val, o ministro e o parlamento”, disse.

Além da ampliação das estruturas já existentes, afirma Lobato, o Bosque da Ciência será totalmente acessível a pessoas com deficiências. O coordenador de extensão do Inpa, Carlos Bueno, afirma que as obras previstas irão permitir um novo espaço de visitação. “Vamos ter a revitalização do lago amazônico, com ambientes lúdicos. Haverá também um passeio no entorno do Bosque como um todo criando outro circuito para levar as pessoas com deficiência, ou seja, a área de visitação será ampliada”, destacou.

Bosque da Ciência

O Bosque da Ciência do Inpa foi criado em 1995 com o objetivo de aproximar a sociedade das pesquisas para a socialização do conhecimento. No Bosque podem ser encontrados: trilhas educativas, tanques de peixes-boi da Amazônia e viveiro das ariranhas (no Parque Robin C. Best, dentro do Bosque), Casa da Ciência, Ilha da Tanimbuca, condomínio das abelhas, Paiol da Cultura, viveiro dos jacarés, entre outros.

O horário de funcionamento do Bosque da Ciência é de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 12h e 14h às 17h; e sábados, domingos e feriados das 9h às 16h. Na segunda-feira o Bosque é fechado para manutenção.

A venda de ingresso pode ser feita pela manhã nos horários de 9h as 11h30 e tarde de 14h às 16h. O valor do ingresso é R$ 5, crianças de até 12 anos e idosos a partir de 65 anos não pagam.

Visitas de grupos escolares terão entrada franca, porém é necessário realizar uma solicitação por meio de ofício pelos telefones (92) 3643-3192/3312 /3293.

*Com informações da assessoria de imprensa


publicidade
publicidade
Ovos de Páscoa estão 40% mais caros do que em 2018, aponta pesquisa da FGV
Governo anuncia R$ 500 milhões do BNDES para caminhoneiros autônomos
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.