Publicidade
Amazônia
OITO TONELADAS

Carvão irregular é apreendido no Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus

O depósito foi descoberto através de investigações da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), que recebeu diversas denúncias do local. 27/10/2016 às 19:37
Kelly Melo Manaus (AM)

Oito toneladas de carvão irregular foram apreendidos, ontem, em um depósito clandestino no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste. A proprietária do estabelecimento,  Rogéria Soares de Souza, 40, que é reincidente no crime, foi autuada em flagrante e multada em R$ 23,5 mil pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam). 

O depósito foi descoberto através de investigações da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), que recebeu diversas denúncias do local.

Segundo o delegado Samir Freire, outras duas carvoarias também foram fiscalizadas durante a operação “Ouro Negro”, mas apenas uma apresentou irregularidades. Freire explicou que além de não apresentar o Documento de Origem Florestal (DOF) da madeira utilizada para confeccionar o carvão, a proprietária também não possui a licença ambiental para a comercialização do produto. 

“Constatamos também a poluição do solo e que os funcionários estavam trabalhando sem qualquer condição, em local insalubre. O que é grave”, explicou Freire. Segundo ele, Rogéria foi autuada em flagrante pelos crimes de depósito irregular de carvão e poluição do solo. Como se trata de crimes afiançáveis, foi arbitrada uma fiança no valor de R$ 1.760, e a proprietária vai poder responder em liberdade. 

Peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) constataram as irregularidades ambientais. O Ipaam identificou duas infrações ambientais no estabelecimento e aplicou duas multas que juntas, somam R$ 23,5 mil. segundo a Dema, a mercadoria apreendida foi doada ao Exército Brasileiro. 
 

Publicidade
Publicidade