Indígenas

Comunidades Indígenas do Baixo Rio Negro elegem nova diretoria

Antes da pauta da eleição, a assembleia indicou de dois representantes da juventude para a Rede de Juventude Indígena e duas mulheres para a Rede de Mulheres

Portal A Crítica
22/12/2021 às 20:58.
Atualizado em 08/03/2022 às 19:10

(Foto: Eucimar Aires/Foirn)

A XVI assembleia da Associação das Comunidades Indígenas do Baixo Rio Negro (Acibrn) foi realizada na comunidade Tapuruquara Mirim no dia 20 de dezembro e reuniu 100 pessoas participantes, entre estes, 65 lideranças delegados das comunidades que compõem a associação.

Mulheres Indígenas das comunidades associadas à ACIBRN participam da assembleia.

Eleição da nova diretoria e avaliação dos trabalhos da gestão atual foram as principais pautas da assembleia que reuniu as comunidades Tapuruquara Mirim, Arurá, Itapereira, Nova vida, Irapajé, Castanheirinho, Mafi, Vila Nova, Cajuri, São Pedro, Livramento I, Boa Esperança e Bacabal, estas localizadas na Terra Indígena Médio Rio Negro I.

Na apresentação dos trabalhos pela diretoria, foram destacados algumas dificuldades, especialmente no período da pandemia que afetou diretamente a principal atividade da associação, o Projeto Pesca Esportiva no Rio Marié. Mas, também avanços foram apresentados, como a aquisição de equipamentos e estruturas para o funcionamento da atividade e benefícios para as comunidades envolvidas.

Antes de 2014 quando o projeto foi definido e lançado, já existia turismo de pesca no Marié de forma desordenada onde as empresas disputavam a exclusividade de acesso, firmando contratos precários diretamente com algumas lideranças, desconsiderando a organização das comunidades. Empresas e comunidades não assumiam as responsabilidades necessárias à gestão sustentável e participativa da atividade.

A partir de 2014, a Acibrn junto com os parceiros como a Foirn, Instituto Socioambiental e órgãos governamentais como Ibama, Exército, Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira e da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas do Amazonas, organizou o projeto Marié, que além de gerar renda para as comunidades envolvidas, busca o dialogo com os modos de vida e conhecimentos tradicionais, respeitando a autonomia das comunidades indígenas e investindo em relações inovadoras entre empresas e comunidades. (Saiba mais: https://foirn.blog/2014/05/06/foirn-e-acibrn-firmam-parceria-para-desenvolver-a-pesca-esportiva-no-rio-marie/).

Após oito anos, hoje, o projeto é considerado modelo de projeto de turismo e iniciativa sustentável em Terra Indígena, já garantiu benefícios de forma coletiva as comunidades por meio da Acibrn e Foirn. A partir desse projeto a associação conseguiu estruturar e manter base de vigilância do território em cumprimento ao plano de manejo e plano de proteção Territorial.

O IBAMA é parceiro governamental do projeto que realiza avaliação dos estoques pesqueiros e capacidade de carga antes e pós-temporada anualmente.

Eleição da nova diretoria

Antes da pauta da eleição, a assembleia indicou de dois representantes da juventude para a Rede de Juventude Indígena e duas mulheres para a Rede de Mulheres, ambas as redes, são coordenadas pelos dois departamentos da Foirn, o departamento de jovens e departamento de mulheres.

Orientado por um regimento interno elaborado e aprovado na assembleia, a eleição de nova diretoria foi composta por 02 chapas. A apuração apontou a vitória da chapa 02 por 50 votos. E chapa 01 ficou com 15 votos.

Diretoria eleita na XVI Assembleia da ACIBRN realizada na comunidade Tapuruquara Mirim. Foto: Eucimar Aires/Foirn

A jovem diretoria da Acibrn para a gestão 2022 a 2025 será composta por:

Geovani da Costa Silva (Baniwa) – Presidente (Comunidade Bacabal)

Marivaldo Bruno do Nascimento (Baré) – Vice Presidente (Comunidade Vila nova)

Juscelino Benjamim da Silva (Baniwa) – Secretário Titular (Comunidade Castanheirinho)

Gama Brasão Lopes (Baniwa) – Secretário Suplente (Comunidade Mafi)

Evaldo Bruno Martins (Baré) Tesoureiro Titular (Comunidade Arurá)

Wilmer Maurício Dias Lozano (Wanano) Tesoureiro Suplente (Comunidade Nova Vida).

A Foirn participou da assembleia representada por: Marivelton Rodrigues (Presidente), Glória Rabelo (Departamento de Mulheres), Sheinne Diana (Departamento da Juventude), Hildete Araújo (Secretaria Administrativa), Cloves Torres (Administrador de Equipes), Gilson Pascoal (Logística) e equipe de comunicação (Gicely Caxias, Eucimar Aires e Admilson Andrade).

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por