Publicidade
Amazônia
Amazônia

Defesa Civil envia ajuda humanitária para municípios do Baixo e Médio Amazonas

Do total de família afetadas em todo o Estado, foram doados 843 toneladas de alimentos não perecíveis, além de kit´s dormitório (colchões, redes, mosquiteiros) kit´s de higiene pessoas, medicamentos, filtros de água, hipoclorito de sódio 30/06/2015 às 18:23
Show 1
Em Autazes cerca de 1.552 famílias foram atingidas diretamente com a subida do nível do rio
acritica.com Manaus (AM)

A Defesa Civil do Estado enviou 20 toneladas de alimentos, além de kits medicamentos e hipoclorito de sódio, para Maués, no Baixo Amazonas, e Autazes, na calha do Médio Amazonas, que seguem em Situação de Emergência com mais de 20 mil afetados por conta da enchente. 

“Por se tratar do terceiro e último ciclo da cheia no Estado, os municípios das calhas do Baixo e Médio Amazonas estão sendo os últimos a receber ajuda humanitária”, afirmou o secretário adjunto da Defesa Civil do Estado, Hermógenes Rabelo.

Para Maués, que teve o pedido de Emergência homologado pela Defesa Civil do Estado no dia 18 de junho, foram destinadas dez toneladas de alimentos, e a cidade ainda deverá receber novas etapas de ajuda.

“A população da área rural é a mais afetada pela cheia, e esse apoio do Governo é fundamental para essas famílias”, destacou o representante de Maués em Manaus, Aldemir Bentes.


Autazes também recebeu do órgão dez toneladas de ajuda. Essa é a primeira etapa de atendimento ao município que decretou Emergência no início de junho e que já soma mais de sete mil prejudicados com a subida das águas na região.

“As famílias perderam toda a produção de banana e mandioca, estão isoladas e sem renda, por isso a importância dessa ajuda nesse período de enchente ”, afirmou o Coordenador da Defesa Civil de Autazes, Waldemir Lima.

Atendidos com ajuda humanitária

A Defesa Civil do Estado já enviou para Urucurituba no Médio Amazonas, dez toneladas de alimentos, além de medicamentos e hipoclorito de sódio para purificar a água. 

Beruri na calha do Purus, receberá nos próximos dias a segunda remessa de socorro, seis toneladas de alimentos. A cidade já havia recebido do órgão dez toneladas de alimentos, além de kits dormitórios (colchões e redes), kit’s medicamentos e hipoclorito de sódio.

Balanço Geral da Enchente 2015

Estado de Calamidade Pública

Boca do Acre e Anamã

Situação de Emergência

Itamarati, Guajará, Ipixuna,Eirunepé, Envira,Juruá, Canutama, Tapauá, Carauari, Pauiní, Lábrea, Beruri, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Tabatinga, Amaturá, Santo Antônio do Iça, São Paulo de Olivença, Tonantins, Tefé, Coari, Fonte Boa, Maraã, Anori, Jutaí, Manacapuru, Uarini, Careiro da várzea, Codajás, Caapiranga, Borba-Madeira, Itacoatiara, Urucará, Boa Vista do Ramos, Iranduba, Manaus, Parintins, Alvarães, Urucurituba, Manaquiri, Barreirinha, Silves, Autazes, Japurá, Careir, Maués

Situação de Alerta

Nova Olinda do Norte, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã, Nhamundá

Pessoas Afetadas- 460.191 (mais de 92 mil famílias)

Total de Ajuda Humanitária do Governo-

843 toneladas de alimentos não perecíveis, além de kit´s dormitório (colchões, redes, mosquiteiros) kit´s de higiene pessoas, medicamentos, filtros de água, hipoclorito de sódio.

Madeira enviada para o interior

150 metros cúbicos de madeira doada + 850 kit’s (tábuas, caibros e ripões) adquiridas pelo órgão, foram enviados para os municípios Careiro da Várzea, Anamã, Anori, Manacapuru, Iranduba we Itacoatiara.

Repasse Financeiro do Governo Estadual

Boca do Acre-R$550,000

Envira- R$200,000

Itamarati- R$200,000

Eirunepé- R$300,000

Benjamin Constant- R$300,000

Carauari- R$200,000

Maraã- R$200,000

Careiro da Várzea- R$300,000

Manacapuru- R$300,000

Juruá- R$200,000

Itacoatiara- R$500,000

Jutaí- R$200,000

Campanha Governo Solidário

44 toneladas doadas.

Instituições doadoras

SEAS, Fundo de Promoção Social, Universidade da Terceira Idade, Café do Norte, Susam, Grupo Infantil Vida e Arte (projeto GIVA) em parceria com a Escola Municipal João Alfredo, localizado no Bairro da Paz, Centro Educacional Século, Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, Uninorte, Adepol, Eletrobras Amazonas Energia, Samsung e populares.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade