Publicidade
Amazônia
Amazônia

Defesa Civil nacional garante ajuda humanitária a municípios do Amazonas

São nove os municípios do Estado do Amazonas que tiveram reconhecidos o estado de emergência pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional 17/03/2015 às 17:45
Show 1
Os prefeitos do interior do Estado também solicitaram recursos financeiros para comprar combustível, aluguel de lanchas para transporte e madeira para construção de casas de pontes
ANTÔNIO PAULO BRASÍLIA

Os prefeitos de Eirunepé, Canutama e o representante do municio de Envira, que estão em estado de emergência por causa da enchente no Estado do Amazonas, tiveram esta tarde a garantia do secretário nacional de Defesa Civil, general Adriano Pereira Junior, que até o final desta semana vão receber ajuda humanitária do Governo Federal.

 Além de cestas básicas de alimentos, material de higiene e limpeza, medicamentos, água potável, colchões, cobertores e barracas de dormir, os prefeitos do interior do Estado também solicitaram recursos financeiros para comprar combustível, aluguel de lanchas para transporte e madeira para construção de casas de pontes. Cada município solicitou cerca de R$ 1 milhão.

 São nove os municípios do Estado do Amazonas que tiveram reconhecidos o estado de emergência pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional. Além de Canutama, Eirunepé e Envira também tiveram seus decretos publicados no Diário Oficial da União Boca do Acre, Carauari, Guajará, Ipixuna, Itamarati e Tapauá.

 “Naqueles itens que o Governo do Estado não conseguiu atender, nós vamos trabalhar o mais rápido possível para ajudar os municípios que nos procuraram. Enviaram seus decretos de emergência e planos de trabalho. E, esta semana ou até a semana que vem estaremos no Amazonas com esse auxílio humanitário às populações atingidas pela cheia dos rios”, disse o secretário da Defesa Civil.

 Depois da Defesa Civil, o deputado federal Átila Lins (PSD-AM) e os prefeitos Joaquim Cavalcante (Bara), de Eirunepé, e Ocival Amorim, de Canutama, encontraram-se com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab. “Procuramos o ministro porque soubemos há um recurso disponível para construção de casas para os desabrigados. Toda ajuda será bem-vinda para minimizar o sofrimento da população desses municípios que todos os anos sofrem com as enchentes”, declarou o parlamentar.

Na agenda em Brasília, na tarde desta terça-feira (17) os prefeitos amazonenses também estiveram na Secretaria de Aviação Civil (SAC), tratando da construção e reforma dos aeroportos no interior e ainda na sede do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) buscando solucionar problemas relacionados à creches nos municípios.


Publicidade
Publicidade