Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Assentamentos Verdes

Definido cronograma de implantação do Programa Assentamentos Verdes

O programa será realizado até 2019 e quer promover a regularização ambiental em quase 2, 5 mil assentamentos da Amazônia Legal



1.png Programa Assentamentos Verdes será desenvolvido até 2019
23/09/2013 às 13:26

As Superintendências Regionais do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na Amazônia Legal devem concluir até o mês de novembro seus planos de trabalho com o cronograma das atividades a serem desenvolvidas pelo Programa Assentamentos Verdes. As ações das superintendências subsidiarão o atendimento de compromissos firmados pelo Incra com o Ministério Público Federal no início de agosto

O presidente da autarquia, Carlos Guedes, que reuniu os superintendentes da região em uma videoconferência na semana passada, acredita que o Incra pode antecipar o prazo de entrega do Plano de Trabalho, previsto para um período de 120 dias a contar da data da assinatura do Termo de Compromisso, em 8 de agosto. É que boa parte das ações previstas já consta da Agenda de Compromissos firmada pelas superintendências para o biênio 2013/2014.

Regularização ambiental

O Programa será realizado até 2019 e tem como meta a promoção de ações de regularização ambiental em quase 2,5 mil assentamentos da Amazônia Legal. Até 2015, está previsto o atendimento a 881 assentamentos de 233 municípios, beneficiando 187 mil famílias nos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Mato Grosso, Maranhão, Rondônia, Roraima, Pará e Tocantins.

“Com esse trabalho, vamos demonstrar que a reforma agrária na Amazônia também está associada à conservação ambiental, aliada à geração de renda das famílias assentadas”, enfatizou Guedes. Após o fechamento do Plano de Trabalho, haverá uma agenda de apresentação junto à Procuradoria da República de cada estado.

Comitês
No termo de compromisso assinado com o MPF estão previstas atividades com prazos diferenciados de realização. Para organizar todas as ações será criado um comitê gestor central, formado com todas as diretorias do Incra, além de representantes das superintendências organizados em comitês regionais.
Destaca-se, entre as atividades, a realização de uma lista prioritária de assentamentos para o combate a desmatamentos ilegais.
As superintendências regionais vão realizar um planejamento dos recursos até o final do ano para a efetivação das ações.

(*) Com informações da Assessoria de Comunicação Social do MDA

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.