Sábado, 19 de Junho de 2021
“Plantando o Futuro”

Dia do Meio Ambiente: Moto Honda lança iniciativa de valorização da floresta em pé

A iniciativa “Plantando o Futuro” tem como premissa inicial o plantio de 1.000 mudas de açaí, castanheira e ipê-roxo, no estado do Amazonas.



WhatsApp_Image_2021-06-04_at_18.19.58_DDA048C1-7450-40B8-89FC-74328AD65B2F.jpeg Foto: Arlesson Sicsú
04/06/2021 às 17:29

Nesta sexta-feira (04), a Honda deu início ao ambicioso projeto de conservação ambiental e florestal na Amazônia e na capital amazonense. O projeto intitulado “Plantando o Futuro” tem como objetivo inicial o plantio de 1.000 mudas de açaí, castanheira e ipê-roxo espalhados pelo estado. A ação busca reforçar a educação e conscientização ambiental, além de incentivar o plantio também em residências. Inicialmente, as mudas serão distribuídas entre as instalações da empresa e colaboradores, com expectativa de expansão para toda a sociedade manauara nos próximos anos. 

Para Marcos Bento, diretor jurídico de comunicação da empresa, o projeto surge graças à grande linha de atuação da Honda na cidade, sendo uma das mais rentáveis fábricas do PIM. “Entendemos que, por estarmos localizados em plena Floresta Amazônica e banhados pela maior bacia hidrográfica do mundo, a nossa responsabilidade com o meio ambiente é ainda maior. Com isso, não só focamos na sustentabilidade, mas também colaboramos para o desenvolvimento tecnológico na região”, frisou. 



Além desta iniciativa, a Honda também desenvolve ações voltadas à redução de consumo de energia elétrica em suas fábricas, adota alternativas para a redução da emissão de CO², mantém sua própria reserva florestal e Estação de Tratamento de Efluentes (ETE). Para a empresa, esses são os principais aspectos para atingir o desenvolvimento econômico e garantir a sustentabilidade da empresa. 

Produção na pandemia

Em contrapartida ao cenário pandêmico, a Moto Honda tem um bom desempenho na produção de motocicletas na fábrica situada em Manaus. “Estamos conseguindo seguir o plano graças ao controle da pandemia, que está relativamente controlada. Estamos conseguindo manter já que o mercado está com uma alta demanda e esperamos que continue nesse ritmo. Tivemos que nos reinventar e fazer adequações dentro das fábricas, mas conseguimos fazer todas essas adaptações”, enfatizou Júlio Koga, vice-presidente da Moto Honda da Amazônia. 

Ainda segundo Koga, um fator crucial para esse bom desempenho é de que a pandemia trouxe uma alta necessidade pela compra de motocicletas graças aos serviços de entrega, também chamados de delivery. “O mercado de motocicletas teve uma recuperação até acima das nossas expectativas, porque a demanda por serviços de entrega cresceu muito com a necessidade de ficar em casa e também pessoas que perderam o emprego encontraram nesse segmento uma oportunidade para trabalhar.”

Segundo a Fenabrave, em abril foram vendidas 248.185 motocicletas usadas, o que representa um recuo de 7,5% sobre o mês de março, que fechou com 268.372 unidades negociadas. Apesar do recuo, 2021 totaliza 1.027.044 motocicletas seminovas vendidas entre janeiro e abril, uma alta de 45% sobre as 707.974 unidades comercializadas em igual período de 2020. Já as motos novas tiveram uma alta no emplacamento em comparação com 2020. Apenas em abril foram registradas 94.696 motocicletas novas, o que representa um crescimento de 52% sobre março e de 235% em relação ao mesmo mês de 2020, períodos que registraram 62.286 e 28.255 unidades emplacadas, respectivamente.

Modernização

A indústria de transformação brasileira entrou em 2021 com um movimento de acomodação e foram os ramos de intensidade tecnológica, os mais afetados pela pandemia no ano anterior. Embora haja esse declínio, setores de alta tecnologia vêm transformando e sustentando a indústria. 

Em razão da necessidade de aperfeiçoamento tecnológico na logística e infraestrutura da empresa, a Moto Honda pretende se reinventar ainda mais nos próximos anos. “Fizemos um planejamento de modernização da nossa planta fabril em 3 anos. Esse projeto está em curso e visa fazer a implantação de novas tecnologias de produção para que possamos nos tornar cada vez mais competitivos. O objetivo é transformar essa fábrica em uma fábrica referência em produção de motocicletas”, finaliza Koga.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.