Publicidade
Amazônia
Amazônia

Documentário de Rogelio Casado será exibido nesta quarta-feira (9) em Manaus

A atividade acontece a partir das 10h, no Instituto de Educação do Amazonas, localizado na rua Ramos Ferreira, 909, Centro 08/10/2013 às 09:18
Show 1
Rogelio Casado vai participar de bate-papo sobre o documentário após a exibição
jornal a crítica ---

Nesta quarta-feira (9), o Cine Museu Amazônico dá continuidade à mostra “Amazônia: cidadania violentada” com a exibição do documentário “Balbina, no país da impunidade”, dirigido por Rogelio Casado. A atividade acontece a partir das 10h, no Instituto de Educação do Amazonas, localizado na rua Ramos Ferreira, 909, Centro.

Definido pelo próprio diretor como um “vídeo urgência”, em razão das condições precárias em que foi produzido, o documentário mostra os impactos socioambientais e a violência sofrida tanto pelas comunidades indígenas quanto pelos ribeirinhos das cabeceiras do rio Uatumã durante a construção da hidrelétrica de Balbina. O complexo foi concebido e erguido durante a ditadura militar e passou a funcionar a partir de 1989, tendo consumido cerca de um bilhão de dólares.

Após a exibição do filme, Rogelio Casado vai dialogar com o público para aprofundar os prós e contras da construção de Balbina. “Afinal, já se passaram 24 anos e, a essa altura, duas questões são de suma importância: como sobrevivem hoje os povos das cabeceiras do Uatumã? Quem de fato continua pagando a conta?”, adianta o diretor.

POEMAS MUSICADOS

O Cine Museu Amazônico de amanhã também terá a participação do produtor cultural e violonista Mauri Mrq. Antes da exibição do filme, ele vai apresentar três músicas com arranjos feitos a partir de poemas de Astrid Cabral (“Água doce”), L. Ruas (“Oráculos”) e Alcides Wel (“Igarapé de Manaus”). Na sequência, o escritor e ator James Araújo fará uma leitura dramatizada de uma passagem do texto “A floresta e os bichos contra o homem-fogo”, de Custódio Rodrigues.

Publicidade
Publicidade