Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020
MEIO AMBIENTE

Em resposta a investidores estrangeiros, governo vai proibir queimadas por 120 dias

Anúncio foi feito em uma reunião por videoconferência na manhã desta quinta-feira (9) entre autoridades do governo e representantes dos fundos de investimento



2020-07-09T140332Z_1_LYNXMPEG6815Y_RTROPTP_4_GLOBAL-POY-AMAZON_C96CFCF9-1548-4A56-801A-2F242A54AC38.jpg Foto: Ricardo Moraes/Reuters
09/07/2020 às 15:36

O governo federal publicará nos próximos dias um decreto proibindo todos os tipos de queimadas na Amazônia e no Pantanal por 120 dias, em resposta a fundos de investimento estrangeiros que alertaram o Brasil para o risco de retirada de recursos do país devido à política ambiental do governo do presidente Jair Bolsonaro, disse à Reuters uma fonte com conhecimento da decisão.

O anúncio foi feito aos investidores em uma reunião por videoconferência na manhã desta quinta-feira entre autoridades do governo com representantes dos fundos, e deve ser uma das medidas para aliviar a pressão dos investidores diante da imagem negativa do Brasil no exterior em termos ambientais.



O decreto deverá proibir todos os tipos de queimadas, mesmo as chamadas controladas, que são feitas com autorização dos órgãos de vigilância, ou as feitas por comunidades locais tradicionais.

Em 2019, o Brasil bateu recordes em queimadas na Amazônia, e imagens da floresta pegando fogo rodaram o mundo. Este ano, o número de focos de incêndio no mês de junho aumentou em 20% e atingiu o nível mais alto em 13 anos para o mês.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.