Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019
Amazônia

Expedição amazônica para documentário

Famoso documentarista de natureza traz seus alunos para a selva amazônica à procura de registros reais da fauna e flora da região



1.jpg Documentarista mineiros estão na selva amazônica para a produção de um filme
11/02/2013 às 15:50

Nada de folia, blocos de rua ou aquela animação que envolve as cidades em época de Carnaval.  O que um grupo de sete mineiros irá procurar neste feriado são as belezas que envolvem a maior floresta tropical do mundo. A Expedição Cultural Amazônia I é uma realização da Fauna e Flora Documentários.

Os trabalhos são coordenados pelo mineiro e documentarista de natureza, Fernando Lara, que chefia a equipe nos oito dias de expedição desde a última quinta-feira (7). Durante este período, nada de conforto, hotel, ar condicionado ou restaurante. Os alunos estão acampados e fazem a própria comida no campo, além de enfrentarem as chuvas diárias e os mosquitos da Amazônia.


Durante a primeira fase, os alunos aprenderam técnicas de sobrevivência em selva; rastreamento e documentação de animais selvagens sem a necessidade de captura; comportamento padrão de segurança; camuflagem e primeiros socorros aplicados a selva. O treinamento foi realizado com aulas teóricas e práticas na reserva de Mata Atlântica do Sítio Recanto Fauna e Flora, na localidade do Achado, em Santana do Paraíso (MG).


“Na Amazônia, os alunos terão a oportunidade de colocar em prática mais uma vez, tudo que aprenderam comigo no Curso e passarão de um nível de dificuldade de grau 3 para 5. O mais importante é que após esta expedição, os alunos aprovados estarão aptos a trabalharem em ambientes de florestas seja para fotografar, filmar ou mesmo para pesquisar”, explica Fernando Lara.


Programa

A equipe também vai produzir programas especiais que serão exibidos em 2013 na tela da TV Cultura Vale do Aço durante a segunda temporada do Rotas Verdes Brasil TV.  Entre os locais de captação dessas imagens está um de valor muito especial para Fernando Lara. A APA Caverna do Maroaga, em Presidente Figueiredo (AM), foi onde o documentarista de natureza registrou uma onça-pintada a menos 4 metros de distância. Também serão documentadas áreas do Lago de Balbina e do Rio Uatumã.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.