Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019
SOLIDARIEDADE

Voluntários realizam expedições solidárias a famílias ribeirinhas no AM

A bordo da embarcação ‘Jóia Rara’, o 'Instituto Amor' leva serviços de saúde, educação e geração de renda a mais de 15 comunidades ao longo do Rio Negro



56819053_1532467196890780_3133876132235968512_o_AB45CAF3-58E6-4569-ACB7-9431BFD0CB4A.jpg Foto: Divulgação
09/08/2019 às 08:54

Para tentar amenizar alguns dos problemas enfrentados por crianças ribeirinhas da Amazônia, um grupo de voluntários de Novo Airão (distante 95 quilômetros de Manaus) resolveu se unir e agir para fazer a diferença. A bordo da embarcação ‘Jóia Rara’, o Instituto Amor realiza expedições solidárias que levam assistência em saúde, educação e geração de renda, de forma gratuita, para diversas comunidades do Amazonas.

“Nós tínhamos conhecimento da realidade difícil que essas comunidades vivem e queríamos poder ajudar de alguma forma. Foi assim que em 2013 nasceu o Instituto Amor, que funciona totalmente na base de voluntários que contribuem como pode para que nossos programas e projetos possam levar algum tipo de ajuda para esses ribeirinhos”, comentou o coordenador do instituto, Marcelo Casoni.

Conforme Marcelo, qualquer pessoa pode participar das expedições solidárias do Instituto e vivenciar, por uma semana, a realidade da Amazônia, participando de atividades com as famílias ribeirinhas. O valor para participar da expedição é de R$ 2 mil, e garante todos os custos como alimentação e estadia. Segundo o Instituto, todo o valor pago pelos participantes é revertido para os projetos nas comunidades.

“Saímos de Manaus aos domingos e voltamos somente no outro domingo. Por não sermos uma agência de turismo, mostramos toda a realidade nua e crua do que é a Amazônia. Todos que participam gostam e muitos voltam, é uma grande oportunidade de entrar em contato coma natureza e ajudar pessoas que precisam”, disse o coordenador.

As atividades realizadas pelo Instituto podem ser acompanhadas por meio da página do Instagram e do Facebook do grupo solidário.

Ação em conjunto

Segundo Marcelo Casoni, o ideal do Instituto é trabalhar em parceria com os próprios moradores dos locais. “O Instituto Amor atua com as comunidades e não para as comunidades. Temos uma relação fraterna e igualitária com essas populações, trabalhando em conjunto, onde todas as nossas ações são previamente aprovadas em assembleias pelos comunitários e lideranças dos locais”, destacou.

Ao longo de seis anos de atividades solidárias, o grupo filantrópico desenvolveu diversos tipos de programas e projetos que tentam levar alguma qualidade de vida e dignidade principalmente para as crianças que vivem nas comunidades ribeirinhas ao longo do Rio Negro.

O Jóia Rara, barco ambulatório do instituto, é equipado para oferecer atenção básica de saúde, medicamentos, remoções, exames, internações e assistência social alimentar e pecuniária às famílias e pacientes em trânsito, bem como atendimento odontológico em um consultório completo a bordo.

Outros programas do instituto, como no campo da educação e da geração de renda, criam espaços multiuso que servem de apoio aos professores e à escolinha rural em diversas atividades extracurriculares, além de capacitações e a criação de pequenos negócios e empreendimentos que visam dar trabalho e renda às famílias, por meio da Universidade Livre da Amazônia, programa de autoria do Instituto Amor.

Projetos

Os voluntários do instituto também atuam realizando projetos junto às comunidades. Entre eles, dois se destacam: um que leva sistemas de energia solar, iluminando escolas, postos de saúdes e comunidades inteiras de forma sustentável, e outro que realiza pesquisa, cultivo e produção de medicamentos fitoterápicos com plantas e ervas amazônicas.

Como ajudar

O Instituto Amor trabalha desde 2013 com atividades voluntárias. Os projetos são mantidos totalmente com doações e, conforme os participantes do instituto, qualquer tipo de contribuição solidária é bem vinda para que os programas e projetos possam continuar em funcionamento.

Doações podem ser feitas por meio do site do instituto, pelo link (acesse aqui). Outras informações podem ser adquiridas por meio do telefone (92) 99447-0962.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News pedro01 9f97d6e2 e058 4e63 8ce7 e934cf255a3d
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.