Quinta-feira, 28 de Outubro de 2021
Para Orientação

Guias para auxílio da saúde indígena e ribeirinha no Amazonas são lançados pela FAS

Obras trabalham temas que vão desde ‘como fazer um diagnóstico’ a ‘principais doenças transmissíveis’ e ‘primeiros socorros’



NNN_802DC50A-045C-4575-8F11-A1E4E8CC16FB.jpg Foto: Divulgação
27/09/2021 às 15:58

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) lança nesta semana dois guias de apoio para agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes indígenas de saúde (AIS) que atuam em comunidades ribeirinhas e aldeias do Amazonas.

Intitulados ‘O Guia de Saúde Ribeirinha’ e ‘Guia de Saúde Indígena’, ambos os materiais contém orientações para o trabalho de ACS e AIS. Os temas incluem: como fazer um diagnóstico, como realizar uma visita domiciliar, promoção de hábitos saudáveis, saúde mental e bem-viver, imunização, principais doenças transmissíveis e não-transmissíveis e primeiros socorros.

As publicações têm o apoio do Todos Pela Saúde, iniciativa do Itaú Unibanco para combater a covid-19, e do Grupo JBS. As obras estão disponíveis no site oficial da FAS fas-amazonia.org e nos links https://bit.ly/GuiaSaudeRibeirinha e https://bit.ly/GuiaSaudeIndigena.  

Segundo a médica Maíra Mendes dos Santos, responsável pelo conteúdo das obras, os guias foram construídos a partir de uma extensa pesquisa bibliográfica e diagnóstico situacional nas regiões atendidas. O trabalho também recebeu consultoria de medicina tradicional utilizada nessas comunidades.

“Os temas para os guias foram escolhidos a partir desse diagnóstico. Todo o trabalho teve acompanhamento do comitê técnico do SUS na Floresta, que é formado por especialistas da área da saúde. A ideia é que as publicações sejam como guias para o trabalho diário dos agentes de saúde, operacionalizando as ações desses profissionais nas regiões atendidas”, explica a médica.

Para o coordenador do programa Saúde na Floresta da FAS, Luiz Castro, os guias são uma ferramenta importante para o aprimoramento de soluções e serviços de saúde para as populações amazônicas, que têm dificuldade de acessar a rede de atenção básica.

“Os guias são de fácil manuseio e possuem uma linguagem simples e didática para que os profissionais possam consultá-los na hora de realizar suas atividades de prevenção, monitoramento, identificação preliminar e encaminhamento para tratamento das doenças mais comuns em nossa região. São guias inéditos e essenciais”, informa o coordenador.



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.