Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
DESTRUIÇÃO

Dupla é presa por desmatar área de aproximadamente 5 mil metros quadrados

Jeremias Bastos, 42, e Iracema de Souza, 50, foram flagranteados; em posse de Jeremias estava uma motosserra. O local é considerado de Preservação Permanente e fica na BR-174



DEVASTA__O.JPG Área de mata onde a dupla foi presa em flagrante. Foto: Divulgação/Dema
14/06/2017 às 18:49

Jeremias Bastos, 42, e Iracema de Souza, 50, foram presos em flagrante pelo crime de destruição de floresta em área considerada de Preservação Permanente, no km 17 do ramal Castanheira, na BR-174, que liga Manaus à cidade de Boa Vista. De acordo com a perícia criminal, aproximadamente 5 mil metros quadrados foram desmatados.

Com Jeremias, os policiais civis da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) encontraram uma motosserra. A dupla foi conduzida até a especializada para prestar esclarecimentos.



Segundo o perito criminal Ilton Soares, eles informaram que estavam desmatando o local a mando do dono do terreno, mas nenhum documento apresentado comprovou a posse, o que ficará a cargo da Justiça julgar.

“O Amazonas tem muita dificuldade em fiscalizar. Há muitas invasões em áreas verdes, tanto na zona rural quanto na urbana. Eles costumam ocupar para depois conseguir o direito ao local. Eles ocultam o que foi desmatado e depois tentam resolver o problema”, explicou.

Ainda conforme Soares, a área contava com muitas espécies nativas da Amazônia e cerca de 70% do total do terreno foi desmatado, o que fere o Código Florestal Brasileiro. “Para desmatar se deve ter autorização do Ipaam [Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas] e respeitar o que chamamos de Reserva Legal”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.