Publicidade
Amazônia
Amazônia

Ibama apreende madeira ilegal e jacarés abatidos no interior do Amazonas

A ação contou com o apoio Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Batalhão de Policiamento Ambiental  14/04/2013 às 16:47
Show 1
Dois jacarés abatidos foram encontrados com os acusados em uma embarcação
acritica.com Manaus, AM

Em uma operação realizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), foram apreendidos 48 m³ de madeira, quatro caminhões, duas  embarcações e dois jacarés abatidos. A operação, denominada ‘Krakatoa’, foi realizada durante a última semana nos municípios de Manacapuru e Novo Airão.

A ação contou com o apoio Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Batalhão de Policiamento Ambiental da Polícia Militar.

A madeira apreendida não possuía o Documento de Origem Florestal (DOF) e metade foi encaminhada ao 9 °Batalhão da Polícia Militar. O restante foi encaminhado à Defesa Civil de Manacapuru e será doada posteriormente para instituições filantrópicas.

O Coordenador da operação Cícero Furtado, informou que os infratores, que não tiveram os nomes revelados, foram autuados e tiveram a madeira, as embarcações e os caminhões apreendidos. Também foram apreendidos os jacarés tinga e a embarcação onde eles foram encontrados.

“O IBAMA tem intensificado suas ações de fiscalização nessa região verificando todos os  tipos de ilícitos praticados sejam eles na pesca,  exploração de madeira, lavra de minério, desmatamento, caça  entre outros”, explicou o coordenador.

Lei do Meio Ambiente

A lei de Crimes Ambientais  prevê para transporte de madeira sem o DOF,  pena de seis meses a um ano de detenção e em seu Decreto, multa de R$ 300,00 reais por m³. Além de multa de R$ 5.000,00  reais por indivíduo de espécie constante de listas oficiais de fauna brasileira ameaçada de extinção.

Duas toneladas de carvão clandestino

Mais de 2,25 toneladas de carvão vegetal clandestino foram apreendidas pelo Batalhão de Policiamento Ambiental na madrugada de sábado (13), em uma kombi e uma van que transportava a carga do município de Rio Preto da Eva para Manaus.

                         

Publicidade
Publicidade