Queimadas

Incêndios no Pantanal, Amazônia e Cerrado registram forte alta em outubro

Apesar de denúncias e da imposição da Moratória do Fogo, nada têm desacelerado a alta nos focos de incêndio nos três Biomas

Portal A Crítica
21/10/2020 às 13:25.
Atualizado em 09/03/2022 às 18:37

(Foto: Reprodução / Internet)

Dados de focos de incêndio do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), divulgados nesta quarta-feira (21), mostram que a Amazônia, o Cerrado e o Pantanal seguem queimando. Somente nos 20 primeiros dias de outubro, foram mais de 12 mil focos de incêndio na Amazônia. No acumulado do ano são 88.804 focos, apenas 372 focos a menos do total registrado em todo o ano passado.

Em comparação ao mesmo período do ano passado, houve alta em 211%. O Cerrado também registra aumento de 86% em comparação ao mesmo período do ano passado. São 11.946 focos de incêndio. Mas o número mais alarmante e aterrador não é da Amazônia e tampouco do Cerrado, e sim, a do Pantanal. Neste mesmo período de 2019, foram registrados 525 focos de incêndio. Neste ano, o Bioma registrou 2.667 focos de incêndio, uma diferença de 408%. Mesmo faltando dez dias para o término do mês, os três Biomas já queimaram mais que o mês de outubro inteiro do ano passado.

Para o porta-voz da campanha de Amazônia do Greenpeace Brasil, Rômulo Batista, o aumento dos focos de calor nos diferentes Biomas registrado nesse período e no ano, é resultado da completa falta de uma política ambiental desse governo.

“Não existe nenhum esforço de prevenção aos desmatamentos e queimadas, e as soluções apresentadas pelo governo como a GLO (Garantia da Lei e da Ordem) ou a Moratória do Fogo se mostrou completamente ineficiente. Agora a questão que fica é se foi por pura incompetência ou conivência com aqueles poucos que irão lucrar com toda essa destruição”, afirmou Rômulo.

No dia 5 de agosto, o Greenpeace Brasil junto com outras 61 organizações apresentaram 5 ações emergenciais para coibir o desmatamento e as queimadas na Amazônia para os presidentes da Câmara e do Senado, baseado em experiências que diminuíram essas taxas no passado.

Com informações da Assessoria de Imprensa Greenpeace Brasil*

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por