Segunda-feira, 17 de Fevereiro de 2020
Amazônia

Índios continuam concentrados em terreno invadido na rodovia Manoel Urbano

Na manhã desta sexta-feira (27) um grupo de índios que permance no terreno invadido se isolou com seus pertences em um oca que eles mesmo construíram. Os indígenas reclamam que estão sem água e alimentação



1.jpg Indígenas insistem em permanecer no local invadido
21/10/2013 às 11:57

Durante a quinta-feira (26) os ocupantes de um terreno invadido no km 6 da rodovia Manoel Urbano, no Município de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus), fizeram a mudança e transporte dos seus pertences mas um grupo de indígenas permanece no local. Na manhã desta sexta-feira (27) eles se isolaram com seus pertences em um oca que construíram e reclamam que estão sem água e alimentação.

Segundo o subcomandante do Corpo de Policiamento do Estado (CPE), Fabiano Bó, quando terminar o cumprimento dos mandados será feita uma reunião com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Secretaria de Estado para os Povos Indígenas do Amazonas (SEIND) com o intuito de definir o destino dos indígenas.



Ainda segundo o subcomandante não há garantias de que o trabalho seja concluído nesta sexta-feira por conta do atraso causado por boatos que surgiram durante a ação de reintegração de posse e causaram retardamento nos trabalhos.

As máquinas continuam a derrubar os barracos que ainda estão de pé na área ocupada.


*Com informações da jornalista Carolina Silva

Leia mais na edição impressa do jornal A Crítica   



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.