Publicidade
Amazônia
Amazônia

Ipaam nomeou dez servidores para formar Comissão Técnica de Fauna

Ipaam reforçou a estrutura de proteção e monitoramento de animais silvestres 02/10/2013 às 07:59
Show 1
As obras do prolongamento da avenida das Torres estão no foco da comissão
jornal a crítica ---

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) reforçou a estrutura de proteção e monitoramento de animais silvestres. Depois de criar em março deste ano uma Gerência de Fauna (Gfau), o órgão editou a Portaria 135/2013 nomeando dez servidores para formar Comissão Técnica de Fauna.

A portaria tem como finalidade disciplinar os procedimentos relacionados ao licenciamento e autorização das atividades que envolvam fauna silvestre e a proteção das espécies, principalmente as ameaçadas de extinção e, segundo o presidente do Ipaam, Antonio Ademir Stroski, foi criada a partir da necessidade gerada pela Lei Complementar 140, que repassou ao órgão estadual a competência de legislar sobre assuntos relacionados à fauna.

“Temos um grande desafio, haja vista as dimensões do nosso Estado. Criamos a Gerência da Fauna e, agora, a Comissão, com a finalidade de nos anteciparmos àqueles problemas e questionamentos que surgirão da necessidade da sociedade como um todo, assim como dos processos de licenciamento de obras públicas e privadas que requerem monitoramento e resgate de animais”, disse Stroski.

Segundo o presidente do instituto, é preciso antecipar-se à obra, ver quais serão os animais ameaçados e, junto com os responsáveis por essa obra, elaborar um plano de salvamento e resgate.

De acordo com a gerente de Fauna do Ipaam, Sônia Canto, é a primeira vez que o órgão tem uma equipe especializada na questão de fauna. “Com a expansão da cidade há uma tendência muito grande desses animais buscarem refúgio, também há os riscos de acidentes provocados pelo maquinário das obras ou as pessoas se aproveitarem da situação para capturar os animais. ”, disse a gerente.

Publicidade
Publicidade