Publicidade
Amazônia
ACIDENTE

Ipaam notifica grupo Chibatão a pagar cestas básicas e água potável para famílias

A medida foi instaurada após vazar 1,8 mil litros de óleo tipo “Filoi”, no último dia 27, de uma embarcação no rio Negro 03/09/2018 às 18:43 - Atualizado em 03/09/2018 às 18:46
Show rio negro 11b2a5ea b60e 4fc2 8f6d ccda219778a0
Foto: Euzivaldo Queiroz
acritica.com Manaus (AM)

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) notificou nesta segunda-feira (03) a empresa J.F de Oliveira Navegações Ltda., pertencente ao grupo Chibatão, ao pagamento de cestas básicas, água potável para 100 famílias e a recuperação imediata das áreas degradadas pelo óleo diesel que vazou depois do naufrágio de uma embarcação no porto Ceasa, no bairro Mauazinho, Zona Leste.

O acidente aconteceu no último dia 27, quando o órgão de controle ambiental determinou o embargo imediato da área portuária da empresa. A J.F de Oliveira informou ao Ipaam que 1,8 mil litros de óleo tipo “Filoi” vazaram da embarcação, que atingiu 10 quilômetros de mancha do produto no rio Negro e se espalhou pelos igarapés Mauá e Aleixo, no bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste da capital.

De acordo com o presidente do Ipaam e secretário de Estado do Meio Ambiente (Sema), Marcelo Dutra, a medida também obriga a empresa de navegação a promover a recuperação de pintura e limpeza de embarcações e flutuantes atingidas pelo óleo. Ele disse que a notificação é apenas para minimizar os prejuízos causados aos moradores, não suspende o embargo da área e não substitui multa pelo crime ambiental, que deverá ser aplicadas nos próximos dias.

Segundo Dutra, desde o dia do acidente, o Ipaam está realizando trabalhos de monitoramento na área atingida e mensurando os danos ambientais para servir de base para o cálculo da multa. “Trata-se de um trabalho demorado, pois precisamos fazer levantamentos da área afetada, dos ambientes aquáticos até a vegetação, para saber o tamanho do crime ambiental”, disse.

A notificação foi entregue no final da tarde desta segunda-feira (03/09) e deverá ser cumprida de forma imediata.

Publicidade
Publicidade