Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2019
DEFESA

Leonardo DiCaprio usa o Instagram para rebater Bolsonaro após acusações

Acusado pelo presidente de ligação com grupos que teria incendiado floresta no Pará, DiCaprio negou acusações sem provas feitas pelo presidente e elogiou brasileiros que protegem 'sua herança natural'



DICAPRIO_E7ED3863-3F9D-4AED-8E20-BA5D226AB4C9.jpg (Foto: Valerie Macon / AFP)
News thumb afp d084093c bf21 4ede 853c 0cfb6068260d AFP
30/11/2019 às 15:43

O ator americano Leonardo DiCaprio negou, neste sábado, uma afirmação do presidente Jair Bolsonaro de que ele havia ajudado a financiar grupos supostamente ligados a incêndios em Alter do Chão, no Pará. 

"Embora sejam dignas de apoio, nós não financiamos essas organizações", disse DiCaprio, 45 anos, em comunicado em sua conta no Instagram. 



Em sua 'live' semanal, na quinta-feira, Bolsonaro acusou DiCaprio de colaborar com os incêndios na Amazônia, doando US $ 500.000 a um grupo que, segundo ele, havia incendiado a floresta a fim de atrair doações. 

Embora não tenha citado nenhuma evidência, Bolsonaro disse que DiCaprio havia reservado uma parte dos US $ 500.000 "para as pessoas que estavam incendiando". O presidente repetiu as acusações na sexta-feira. 

DiCaprio, que é ativista ambiental há muito tempo, disse em seu post que "o futuro desses ecossistemas insubstituíveis está em jogo, e tenho orgulho de apoiar os grupos que os protegem". 

Ele elogiou os brasileiros que trabalham "para salvar sua herança natural e cultural". 

Desde 2018, a brigada voluntária de Alter do Chão ajuda bombeiros a combater grandes incêndios no Pará, incluindo um incêndio recente que destruiu o equivalente a 1.600 campos de futebol. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.