Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
Amazônia

Lideranças protestam contra possível extinção de secretaria para povos indígenas do AM

Desde o último domingo (1º) que os indígenas tentam diálogo com o governador, quando uma manifestação pacífica aconteceu pela manhã em frente à Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM)



1.jpg Protesto de indígenas contra a extinção da Seind
02/02/2015 às 11:53

Aproximadamente 100 líderes indígenas estiveram reunidos na manhã desta segunda-feira (2), em frente à Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia (Coiab), para reivindicarem contra a provável extinção da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind), ainda não confirmada pelo Governo do Estado. 

Desde o último domingo (1º) que os indígenas tentam diálogo com o governador, quando uma manifestação pacífica aconteceu pela manhã em frente à Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), durante cerimônia de posse dos deputados estaduais. Com faixas, os índios solicitavam uma reunião com José Melo, conforme relatou indígena Isaac Tikuna. 

“Ficamos sabendo através dos jornais que iriam extinguir a Seind. Não queremos que a secretaria seja apenas um departamento da Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas), conforme ficamos sabendo. Queremos autonomia. Além do mais, ninguém comunicou ou manteve diálogo com as tribos indígenas”, disse Isaac. 

Caso não haja discussão entre os índios e representantes do governo, as lideranças indígenas prometem fazer manifestações mais radicais. “Iremos fechar a BR 174 e universidades estaduais. Também estamos discutindo outras estratégias para que não acabem com a secretaria dos povos indígenas”. 

A Seind informou que questões referentes à extinção da secretaria estão sendo respondidas pela Agência de Comunicação do Estado do Amazonas (Agecom). Porém, a Agecom informou qualquer novidade sobre a reforma administrativa só será anunciada na terça-feira (3) pelo governador José Melo. 

Outras secretarias 

As secretarias de Articulação de Políticas Públicas aos Movimentos Sociais e Populares (Searp), de Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos (SEMGRH), de Política Fundiária (SPF) e o Instituto de Terras no Amazonas (Iteam) e a Secretaria Executiva de Política para Mulheres (SEPM-AM) também devem ser extintas, conforme apurou o ACRÍTICA.COM.

A reforma administrativa que pretende fazer na estrutura do governo foi anunciada por José Melo no fim de novembro. “A partir do momento em que me transformei em candidato, eu já comecei a formular o que seria, é, digamos assim, que não seria uma reforma na concepção do termo. Ela será um ajuste em cima de um modelo. O mais forte dessa mudança é que precisamos trabalhar com um Estado menor do que está hoje”, afirmou Melo na ocasião.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.