Publicidade
Amazônia
Campanha Sócio Ambiental

Mais de 70 pessoas fazem limpeza na praia do porto Chibatão, em Manaus

Esta é a primeira vez que a ação se destina a coleta de materiais orgânicos e não-orgânicos. Tudo o que for reciclável será doado para as comunidades ribeirinhas 19/11/2016 às 11:01 - Atualizado em 19/11/2016 às 11:09
Show chibat o0333
Ação ambiental no porto Chibatão, na orla do rio negro. Foto: Antonio Menezes
Isabelle Valois Manaus

Mais de 70 funcionários do Grupo Chibatão realizam na manhã deste sábado (19) mais uma edição da Campanha Sócio Ambiental. Desta fez a ação é voltada para a limpeza da praia de todo o complexo portuário, localizado na rua Zebu, bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Leste de Manaus.

Serão mais de 1,5 quilômetros de praia que passará pela inspeção dos funcionários que irão recolher todo o lixo presente nesse trecho da praia. Esta é a primeira vez que a ação se destina a coleta de materiais orgânicos e não-orgânicos. Tudo o que for reciclável será doado para as comunidades ribeirinhas que utilizam o material para idealizações de produtos que são a principal fonte de renda dessas comunidades.

De acordo com a gerente de Recursos Humanos (RH) do grupo Chibatão, Ana Cláudia Magalhães, essa é uma forma de conscientizar a sociedade. "Todos os anos em Manaus vivemos com o fenômeno da subida e descida das águas. Nesse meio tempo, muito lixo aparece na praia e boa parte acaba retornando às águas. Nossa ideia é mostrar pra sociedade que podemos mudar essa realidade se cada um fizer a sua parte e seu dever. Vale lembrar que não significa só recolher o lixo na orla, mas evitar de jogá-los nos rios e igarapés", comentou Magalhães.

A gerente também informou que o grupo há anos realiza outras ações destinadas a melhoria do meio ambiente, como reflorestamento e demais atividades.

Para o pedreiro do grupo e voluntário da ação, José Soares, 54, foi gratificante participar deste momento, pois no geral estamos realizando um benefício social ao mundo. "A natureza vem há anos nos pedindo ajuda. Deveríamos todos os dias realizar esse tipo de ação, ou melhor, deveríamos buscar meios de evitar que a poluição continue", disse.

Após a finalização da ação (12h) a organização irá pesar a quantidade de materiais que foram recolhidos na orla e destinará o que for reciclável para as comunidades ribeirinhas.

Publicidade
Publicidade