Sábado, 25 de Maio de 2019
Cotidiano, Meio Ambiente, Clima, Focos de Calor, Inpe, Amazônia Legal, unidades de conservação, terras indígenas, Projetos de Assentamentos

Mato Grosso detém a maioria dos focos de calor na Amazônia Legal, revela boletim

Dados foram levantados pelo monitormaneto do Inpe, que identificou mais de 10 mil focos de calor em toda a Amazônia Legal, no período de 10 a 16 de setembro



1.jpg
Monitoramento do Inpe detectou 2.955 focos de calor no Estado do Mato Grosso
18/09/2012 às 10:34

Um total de 10.946 focos de calor foram identificados na Amazônia Legal, no período de 10 a 16 deste mês, de acordo com o boletim do Centro Estadual de Mudanças Climáticas (Ceclima/SDS), com dados do Instituto Nacional de Pesquisa Especial (Inpe), divulgado nesta segunda-feira (17).

O Mato Grosso é o estado da Amazônia Legal que lidera o ranking dos focos de calor, com 2.955 registros. Em seguida, aparece o Tocantins (2.292); logo atrás o Pará (2.268); seguido do Maranhão (1.426) e Amazonas (723).

Conforme o boletim, os 723 focos de calor identificados no Amazonas estão concentrados em 46 municípios. Um total de 125 focos foram identificados em Manicoré e outros 74 em Novo Aripuanã. O município de Lábrea aparece em terceiro lugar do ranking, com 62 registros, seguido de Apuí, com 59 focos e Boca do Acre, com outros 58.

Nas subunidades territoriais – projetos de assentamentos, terras indígenas e Unidades de Conservação (UCs) -, também ocorreram registros de focos de calor.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.