Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019
Amazônia

Moradores registram tromba-d'água no Rio Amazonas, em Parintins, depois de temporal

O fenômeno natural, que apesar de relativamente comum ainda espanta e surpreende muitas pessoas, aconteceu no rio Amazonas nesta terça (21)



1.jpg A tromba-d'água se formou logo após um temporal que castigou a ilha tupinambarana
16/12/2015 às 23:32

ASSISTA AO VÍDEOCONFIRA IMAGENS

Após forte chuva que atingiu o município de Parintins (a 369 quilômetros da capital Manaus) na manhã desta terça-feira (21), moradores se surpreenderam com a tromba-d'água que se formou no meio do rio Amazonas. Testemunhas do fenômeno natural registraram o acontecimento por meio de imagens e vídeos.



O fenômeno aconteceu na margem esquerda do rio Amazonas, por volta das 8h. “O tempo foi fechando, o vento estava muito forte e a chuva estava embaçando tudo. Foi quando começou a se formar a tromba-d’água", disse o autônomo Gilberto Oliveira, 34, testemunha do ocorrido. "Ela foi ficando maior com o decorrer dos minutos. Outra (tromba-d'água) ainda tentou se formar, mas não conseguiu", disse.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), uma tromba-d’água é um tornado que se forma sobre uma superfície líquida, captura umidade e vai andando rumo ao continente, sendo que a maioria surge a partir de nuvens de tempestade.


“Já tinha visto uma quando era criança, há mais de 20 anos, mas na frente da cidade é a primeira vez. Esfriou rapidamente quando começou o fenômeno e os mais jovens ficaram impressionados”, contou Oliveira.

No entanto, apesar da aparência e do medo que a tromba-d'água pode provocar em algumas testemunhas, o turbilhão não tem força suficiente para causar grandes estragos, já que os ventos geralmente não ultrapassam 60 km/h. Para que o fenômeno aconteça, correntes de ar quente devem carregar bastante umidade para camadas mais altas da atmosfera.





Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.