Domingo, 22 de Setembro de 2019
Amazônia

Operação de reintegração de posse na AM-070 concluída

Apesar dos barracos estarem desocupados, alguns invasores ainda permaneciam no local pois alegavam não ter para onde ir. A operação de reintegração de posse foi concluída no último sábado (28)



1.jpg Polícia Militar acompanhou a desocupação do terreno na AM-070
30/09/2013 às 07:43

Aproximadamente 300 pessoas ainda ocupavam o km 6 na rodovia Manoel Urbano (AM-070), Lote 4, no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), na manhã de sábado (28). Apesar dos barracos estarem desocupados, alguns invasores ainda permaneciam no local pois alegavam não ter para onde ir. No fim do dia, a operação de reintegração de posse foi concluída.

A invasão teve inicio dia 26 de julho e chegou a abrigar quase 6 mil famílias.

A informação de que os invasores receberiam um terreno para se abrigar, foi desmentida pelo secretário do Gabinete de Gestão Integrada, Frederico Mendes. Ele esclareceu que a informação não passava de “boato”. “A Prefeitura de Iranduba não tem conhecimento dessa doação, nem o Estado e muito menos a coordenação da operação”, disse.

A juíza Luciana Eira Nasser, da 2ª Vara Cível da comarca de Iranduba, decretou a reintegração de posse no dia 31 de julho. Os ocupantes tinham um prazo de sete dias para sair do local. No dia 8 de agosto, o mandado foi suspenso pela juíza porque o Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) pediu que a Funai se manifestasse.

No dia 30 de agosto, mais de mil invasores tentaram bloquear a AM-070 por alguns minutos para pedir a posse da terra. Um novo mandado de reintegração de posse foi expedido no dia 30 de agosto, mas a desapropriação foi adiada pela PM. No dia 19 de setembro, mais de 600 índios ocuparam por quatro horas a sede da Funai, em Manaus, em protesto contra a falta de apoio da fundação na consolidação do assentamento entre os quilômetros 4 e 6 .


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.