Sábado, 18 de Setembro de 2021
MAPEAMENTO

Pandemia agravou situação econômica de 13 Unidades de Conservação do AM, revela estudo

Mapeamento feito pelo Observatório BR-319 identificou problemas econômicos nas bases comunitárias que vivem da sustentabilidade das UCs amazonenses



show_WhatsApp_Image_2021-02-11_at_10.15.48_17E67E60-7AC5-47C5-BC94-225C43A1E93E.jpeg Foto: Divulgação
25/07/2021 às 11:10

Um estudo realizado pelo Observatório BR-319 (OBR-319), identificou o agravamento no cenário econômico em 13 Unidades de Conservação (UCs) nos municípios de Canutama, Humaitá, Lábrea e Manicoré, na região de abrangência da BR-319, no Amazonas, por conta da pandemia da Covid-19. Intitulado como “A bioeconomia em Unidades de Conservação do Sul do Amazonas e o impacto da pandemia do novo coronavírus”, está disponível na biblioteca do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (Idesam).

Foram mapeadas 17 organizações de base comunitária, sendo 14 associações e três cooperativas, que realizam e apoiam atividades econômicas com produtos da sociobiodiversidade nas UCs de uso sustentável de Canutama, Humaitá, Lábrea e Manicoré. Todas ligadas a atividades de agricultura familiar, extrativismo, artesanato e pesca. 



“Houve um problema indireto causado pelo isolamento da pandemia, com uma menor presença do estado nesse período, abriu margem para o aumento de atividades ilegais. Isso tudo afetou negativamente a economia da região, desde a  fase de produção até as etapas finais. Pressões externas, também foi o forte fator para esse agravamento", disse a secretária executiva do Observatório BR-319, Fernanda Meirelles, ao ser questionada sobre a realidade econômica da região.

O estudo também buscou compreender a percepção social de lideranças locais sobre como a pandemia de Covid-19 impactou as atividades econômicas promovidas por estas organizações. São elas que, no sul do Amazonas, uma das regiões mais atingidas por desmatamento e queimadas no Brasil, sustentam uma economia que valoriza a floresta em pé, gera renda e funciona como barreira para o avanço da fronteira agropecuária predatória na Amazônia.

O verão amazônico, iniciado em junho de cada é a época do ano, onde acontece um maior número de incidências de focos de calor na região do sul do Amazonas. A secretária executiva do Observatório BR-319, Fernanda Meirelles, informou que foi registrado um aumento de 400% no desmatamento e focos de calor em municípios que não havia registros. 

“Recentemente saiu os dados mais atuais de queimadas e desmatamento da Amazônia Legal, sendo registrado um aumento significativo de 2020 para cá. Além dos municípios que já apresentam anualmente altas taxas, outros lugares que não costumam registar apareceram no ranking, como Autazes e Careiro da Várzea. O que nos preocupa”, relatou. 

Licenciamento BR-319 

Apesar do ritmo lento devido à pandemia, o processo de licenciamento para obras na rodovia segue avançando. A finalização das obras da BR-319 promete ocasionar mudanças na vida das pessoas que vivem nas margens da rodovia ou UCs, Terra Indígenas, Assentamentos e até mesmo em sedes municipais. 

"Os impactos com a finalização da BR-319 são positivos e negativos. Com o asfaltamento empresários lucram, mas aqueles moradores da região, serão afetados de outra forma, pois a floresta em pé traz recursos as famílias daquela região. Existem vegetações muito importantes naquela região, animais que vivem ali. Além disso, é um impacto bem negativo para as pessoas que moram nessa região que podem ser até expulsas por conflitos”, informou Fernanda. 

A rodovia BR-319 tem 870 quilômetros de extensão e é a principal ligação rodoviária entre Manaus e o restante do Brasil. Ela corta uma das regiões mais biodiversas e intocadas da Amazônia, o interflúvio Purus-Madeira. Com o desmonte dos órgãos de comando e controle, e afrouxamento da fiscalização ambiental, a fronteira de desmatamento da Amazônia vem se expandindo em direção à região, que já é um dos principais focos de grilagem de terras do país.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.