Publicidade
Amazônia
Amazônia

Parceria entre Susam e Smile Train beneficia 49 pacientes com cirurgias de lábio leporino

Iniciativa já é a terceira feita em conjunto pelas duas entidades, que percorreram municípios do interior do AM 16/11/2013 às 12:18
Show 1
Parintins foi uma das cidades que receberam o atendimento
ACRÍTICA.COM * ---

O governo do Amazonas concluiu nesta sexta (15), no Hospital Jofre Cohen, do município de Parintins (distante 325 quilômetros de Manaus) a terceira jornada de cirurgias reparadoras de lábio leporino e fissura palatina, realizada neste ano. A ação, que teve início no último dia 9, foi desenvolvida pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam), em parceria com a organização não-governamental Smile Train e o apoio das Igrejas Presbiteriana de Manaus e Batista de Parintins. De acordo com o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, a jornada beneficiou com a cirurgia reparadora 49 pacientes, entre crianças e adultos, oriundos da capital, da própria cidade de Parintins e de outros municípios como Manacapuru, Urucurituba, Barreirinha e Nhamundá.

Em julho, uma jornada semelhante foi levada a Barreirinha e, no último mês de outubro, ao município de Coari. No total, 107 pacientes foram operados nas três ações  deste ano. A previsão é de que a próxima atividade ocorra nos primeiros meses de 2014, informou Alecrim.

Além de disponibilizar toda a estrutura do Hospital Jofre Cohen para a ação, a Susam custeou o transporte da equipe da Smile Train (três cirurgiões, três anestesiologistas, cinco enfermeiros e três dentistas), forneceu medicamentos e insumos no âmbito do Programa Amazonas Saúde Itinerante e cedeu um cirurgião bucomaxilo, da capital, para integrar a equipe de cirurgia. Enfermeiros e médicos do Hospital de Parintins também participaram diretamente, dando suporte a jornada de cirurgia.

A reunião dos pacientes de diversos municípios, em Parintins, foi possível graças ao apoio da Amazon Outreach, outra organização não-governamental parceira da ação. Dois barcos da organização passaram pelos municípios para buscar cerca de 70 pessoas, portadoras da alteração congênita, que foram submetidas, já em Parintins, pela triagem médica destinada a verificar a viabilidade da cirurgia. “Aquelas que não foram operadas é porque não estavam em condições ideais de saúde para passar pelo procedimento cirúrgico neste momento. Mas, nos próximos meses, uma nova jornada deve ser realizada na região”, frisou o cirurgião bucomaxilo Joaquim Alves, da Susam, integrante da equipe que está em Parintins.

As cirurgias reparadoras foram concluídas na tarde de quinta-feira (14) e, nesta sexta-feira (15) os médicos trabalham na avaliação e alta hospitalar dos pacientes. “Embora tenhamos operado 49 pacientes, o número de procedimentos cirúrgicos chegou a quase 60 porque muitos deles passaram por rinoplastia, palatoplastia e a reparação do lábio leporino”, explicou Joaquim Alves.

Na ação concluída nesta sexta-feira foram atendidos desde crianças de 2 meses de idade até adultos na faixa dos 30 anos. “Para estas pessoas, a possibilidade corrigir essa alteração congênita significa mudar suas vidas, livrá-las de um problema que, por suas sequelas e dano estético, afeta sua saúde e suas relações sociais”, disse Joaquim.

* Com informações da Secretaria de Estado da Saúde (Susam).

Publicidade
Publicidade