Terça-feira, 15 de Outubro de 2019
Dia da Árvore no Parque Sumaúma

Parque Sumaúma com programação para comemorar Dia da Árvore

Parque completou 10 anos de existência no início de setembro e recebe visitantes com uma programação especial neste fim de semana



1.jpg Escolas levaram alunos para conhecer a unidade de conservação durante a semana
20/09/2013 às 13:52

Depois de comemorar 10 anos de existência, o Parque Sumaúma, única unidade de conservação ambiental em meio urbano do Amazonas, programa um sábado especial para comemorar o Dia da Árvore.

Apesar de estar localizado em pleno bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus, o Sumaúma ainda é pouco conhecido até pelos moradores das áreas que ficam no seu entorno. Em setembro, o parque fez aniversário e foi palco de uma programação do dia 5 a 11 feita sob medida para receber o público.  Para isso, ele recebeu benfeitorias e adequações como explica a gestora do parque, Priscila Barros. “ Entre as benfeitorias inauguramos um playground infantil feito em madeira e trabalhamos na reforma das estruturas já existentes, além de inaugurarmos também uma biblioteca com temática ambiental que inclusive está recebendo doação de livros”.



A biblioteca temática é a atual ‘menina dos olhos ‘ do parque. Priscila conta que a ideia é conseguir uma boa participação com doações de obras para instituir os dias de leitura no parque, além de estimular a educação ambiental também nas trilhas do Sumaúma. Quem quiser ajudar pode fazer suas doações diretamente na sede da Secretaria de  Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS) que fica localizada na avenida Mario Ypiranga Monteiro, 3280, Parque Dez, ou no próprio parque Sumaúma localizado na rua Bacuri, s/n, Cidade Nova, no horário das 8h às 17h. São aceitos livros infantis com temática ambiental ou de historinhas, livros de história e também publicações para o público adulto. Quem quiser obter mais informações pode ligar para o telefone: 3236-3070.

O parque Sumaúma tem 53 hectares e abriga áreas de terra firme e alagadas, com um buritizal e duas nascentes que formam o igarapé do Goiabinha. A presença da fauna amazônica também é rica no lugar , no qual podem ser vistos bichos preguiça e até sauins de coleira.

Já de olho na Copa 2014, o parque passa por uma adequação que pretende torná-lo um espaço ainda mais convidativo e atraente aos visitantes. Uma  novidade que deve ser implantada no local é uma maloca indígena da etnia Marubo. A iniciativa é fruto de uma parceria da SDS com a Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (SEIND). Neste espaço também serão feitas demonstrações do modo de vida das etnias que vivem no Vale do Javari, bem como do artesanato e da gastronomia indígena.

Neste fim de semana, em alusão ao Dia da Árvore, o parque irá funcionar das 8h às 17h com uma programação que inclui a distribuição de mudas tanto frutíferas quanto de árvores de grande porte e plantio de pés de Sumaúma. A biblioteca estará aberta bem como o playground. Também haverá caminhada em trilha com visita guiada. Priscila explica que no local também existe uma trilha concretada na qual é possível as crianças andarem de bicicleta, skate ou patins.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.