Quinta-feira, 20 de Junho de 2019
Amazônia

Pirarucu manejado da RDS Mamirauá estará à venda neste fim de semana em Manaus

Venda ocorrerá nesta sexta (29) na sede da Fundação Amazônia Sustentável e da Agência de Fomento do Amazonas; e sábado (30) na Base Aérea de Manaus e no IFAM Campus Leste



1.jpg Os pirarucus são oriundos dos lagos da região do Solimões e serão negociados diretamente com os produtores
28/11/2013 às 19:43

Uma boa pedida para incrementar a ceia do fim de ano, os pirarucus do rio Solimões estarão à venda em Manaus nesta sexta-feira (29), entre as 13h e 19h, na sede da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), rua Álvaro Braga, 351, bairro Parque Dez, na Zona Centro Sul. Outro ponto de venda será na sede da Agência de Fomento do Amazonas (AFEAM), na av. Constantino Nery, 5733, Flores, entre as 11h e 17h.

O pescado que será vendido vem dos lagos da região do Solimões e será negociado diretamente com os produtores. No sábado (30), o ponto de venda do pirarucu será na Base Aérea de Manaus, pátio do CASSAM, na av. Gen. Rodrigo Otávio, bairro Crespo, Zona Centro Sul, durante toda a manhã; e também no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), Campus Leste (Antiga Escola Agrotécnica) durante todo o dia.

Segundo a Fundação Amazônia Sustentável, neste ano serão comercializados mais de nove toneladas de pescado, de quase 380 pirarucus capturados em atividades de manejo. Os preços variam de R$ 8,50 a R$ 16,00 o quilo.

RDS Mamirauá

O manejo de pirarucu na RDS Mamirauá é uma das atividades de geração renda incentivadas pela FAS, por meio do Programa Bolsa Floresta (PBF), que atua em 15 Unidades de Conservação (UCs) no Estado. Atualmente, são mais de 37 mil pessoas beneficiadas pela geração de renda, melhoria de qualidade de vida e fortalecimento comunitário.

*Com informações da assessoria de imprensa

Receba Novidades


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.