Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020
CONHECIMENTO

Poderes das ervas da Amazônia viram livro escrito por mulheres

A troca de saberes tradicionais e de experiências científicas durante formação resultou na publicação do livro e na produção de dez vídeos



B802CE41-C998-4F2D-9D9A-5060A132E7F9_D9239A77-875C-471E-8CF2-AA60CF5C3606.jpeg
27/10/2020 às 09:17

A experiência do cultivo e manuseio de plantas amazônicas realizadas por mulheres moradoras do município de Careiro Castanho, no Amazonas, resultou na publicação do livro intitulado Mulheres e As Ervas da Amazônia, o qual será lançado online no dia 10 de novembro. 

O projeto, do Instituto 5 Elementos em parceria com a Casa do Rio, teve por objetivo juntar 29 mulheres, as quais possuíam algum conhecimento a cerca das ervas amazônicas e seus fins medicinais. A troca de saberes tradicionais e de experiências científicas ocorrido ainda no início do ano, durante formação, resultou na publicação do livro e na produção de dez vídeos educativos com receitas de produtos da floresta. 



“Nós fizemos uma escuta qualificada de quem elas são e suas relações com as ervas amazônicas. Durante a formação, elas traziam mudas de suas casas e iam nos apresentando. Todos os dias a mesa estava forrada dessas ervas e aí a gente começou a montar um jardim. Algumas das ervas nós já conhecíamos e outras que não tínhamos ouvido falar, levamos a São Paulo para estudar”, explicou a educadora ambiental, Monica Pilz Borba, uma das autoras do livro. 

Além da escuta qualificada, o trabalho de formação também visava informar as mulheres a respeito do próprio corpo, ou seja, de como cada erva amazônica poderia atuar em cada sistema como nervoso e digestivo, entre outros. “Eu gosto de fortalecer a ideia de que se você tem uma doença crônica grave, não é para parar de tomar remédio, mas sim tentar envolver todo esse processo de doença e remédio com as ervas para promover um bem estar maior”, destacou a fisioterapeuta, Martha Magalhães, outra autora do livro. 

Com a quantidade de saberes tradicionais coletada, Mônica Pilz Borba e Martha Magalhães, resolveram copilar os dados e transformá-los em um livro o qual apresentam a erva amazônica e as informações sobre como podem ser melhor utilizadas. Os exemplares serão entregues as mulheres que participaram da formação. 

“A segunda parte do livro contem as informações destas ervas amazônicas e o potencial delas para o corpo humano. O livro tem uma série de receitas sobre como utilizar melhor essas plantas, e também o cuidado com a terra. Já os vídeos apresentam dez receitas desta publicação”, destacou ainda Mônica Borba. 

“Na primeira quinzena de novembro, nós vamos estar com elas. Nessa segunda parte do trabalho, nós vamos entregar o livro a elas, a gente vai olhar o jardim das ervas medicinais feito lá em março quando viemos. Nós aguçamos isso e com certeza, nós queremos colher os depoimentos a respeito do aconteceu com elas durante o período em relação ao conhecimento”, complementou.

Os vídeos mostrarão com se produz pasta de Cúrcuma com Gengibre; água de Babosa; máscara facial com pó de Açaí e/ou farinha de Arroz; pomada de Copaíba e Andiroba; batom orgânico; xarope de abacaxi com ervas; desinfetante de limão; repelente natural; e sabonetes naturais. O lançamento oficial da publicação e dos vídeos será no dia 10 de novembro, das 17h30 às 18h30 pelas mídias sociais: Youtube e Facebok do Instituto 5 Elementos. Neste dia o livro em versão PDF será disponibilizado, assim como os vídeos. 

A INICIATIVA

O projeto foi realizado pelo Instituto 5 Elementos – Educação para a Sustentabilidade em parceria com a Casa do Rio e apoio financeiro do Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 e União Europeia, da Associação BEM-TE-VI Diversidade e, mais recentemente, com a Awí Superfoods. A iniciativa para organizar esses conhecimentos em uma publicação e vídeos veio da realização, este ano, da AGENDA 2030 – Saúde e Saberes das Mulheres de Careiro Castanho/AM.

News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.