Publicidade
Amazônia
Amazônia

Polícia Federal desarticula suposta rede de exploração sexual de indígenas no interior do AM

Duas mulheres e sete homens foram presos, três deles comerciantes de uma mesma família 22/05/2013 às 20:30
Show 1
Participam da operação 45 policiais federais, que contam com o apoio do Exército Brasileiro para deslocamento até os locais de busca e de cumprimento dos mandados de prisão
acritica.com Manaus

A Polícia Federal, com o apoio da Força Aérea Brasileira e do Exército Brasileiro, desencadeou, na manhã desta quarta-feira (22), a Operação Cunhatã, que desarticulou uma suposta rede de exploração sexual de menores indígenas, na cidade de São Gabriel da Cachoeira (distante 852 quilômetros de Manaus).

Duas mulheres e sete homens foram presos, três deles comerciantes de uma mesma família. As duas mulheres, de acordo com a PF, seriam as supostas aliciadoras. Os suspeitos foram conduzidos a Manaus em uma aeronave da Força Aérea.

Participaram da operação 45 policiais federais, que contaram com o apoio do Exército Brasileiro para deslocamento até os locais de busca e de cumprimento dos mandados de prisão.

As investigações, que visavam apurar a existência de uma suposta rede de exploração sexual de menores indígenas na cidade de São Gabriel da Cachoeira, foram iniciadas com base em denúncias recebidas, além de matérias publicadas na imprensa sobre o tema.

Leia mais na edição impressa do Jornal A Crítica desta quinta-feira (23).

 

 

Publicidade
Publicidade