Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
Amazônia

Polícia Militar convoca Funai para tentar negociar com invasores

Ocupação de indígenas e brancos em terreno à beira da AM-070 chega a 50 mil metros quadrados e PM pede ajuda da Funai para dialogar com ocupantes



1.jpg O município de Iranduba, na Região Metropolitana de Manaus, passa por momentos de instabilidade agrária com duas invasões de terra, nos KMs 4 e 6 da Estrada Manuel Urbano (AM-070)
26/08/2013 às 20:49

Em reunião que ocorreu nesta segunda-feira (26) na sede do Corpo de Bombeiros, o Comando da Polícia Militar do Amazonas deu o primeiro passo em torno da ocupação de indígenas em um terreno de 50 mil metros quadrados à beira da estrada Manoel Urbano (AM-070, que liga Manaus a Manacapuru), entre os quilômetros 4 e 6.

Conforme informações do subcomandante do Policiamento do Interior, o tenente coronel Everton Cruz, a negociação com os indígenas será feita pela Fundação Nacional do Índio (Funai) que, de forma pacífica, tentará a partie desta terça-feira (27) expor aos ocupantes os impactos ambientais e sociais que a presença deles na área causam.

O processo judicial de reintegração de posse concedido pela juíza Luciana da Eira Nasser, da 2ª Vara Cível da Comarca de Iranduba, teve sua sentença declinada, visto a gravidade da situação em que se encontra o terreno.

De acordo com o coronel, a Justiça Federal repassou o trâmite para a Estadual, a fim de que o Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) promova um novo pedido e, assim, busque uma alternativa imediata para que seja executada pela Polícia Federal ou Militar.

Ocupação ‘branca’

Segundo o subcomandante, a população indígena que ocupa a área atualmente é mínima e a maioria das pessoas, na realidade, tem sua origem na capital.

“A área ocupada começou com 500 metros e hoje ultrapassa 3 quilômetros. Há mais pessoas ‘brancas’ ocupando a área do que os próprios indígenas”, disse.

Ainda segundo o coronel, o papel de negociação com os indígenas cabe a Funai, porém, em relação às outras pessoas, a intervenção será feita pela Polícia Militar ou até mesmo Federal.

“Se o oficial de Justiça pedir à Polícia Militar que institua reintegração de posse ao proprietário, a PM irá atuar”, finaliza.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.