Publicidade
Amazônia
Amazônia Conectada

Rede de fibra óptica subfluvial vai expandir comunicação ao interior do Amazonas

O Exército e o Tribunal de Justiça do Amazonas assinaram um convênio de R$ 1,5 milhão com objetivo de expandir e melhorar as transmissões entre as unidades judiciárias no interior do Estado 18/07/2016 às 12:48 - Atualizado em 18/07/2016 às 12:52
Show c52484eb 6636 4064 ab4d 3de9d82ac641
O programa, chamado Amazônia Conectada, será capaz implantar cabos ópticos na Bacia Amazônica (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Silane Souza Manaus (AM)

Um termo de convênio foi assinado nesta segunda-feira (18) entre o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) e o Exército Brasileiro com o objetivo de disponibilizar uma rede de fibra óptica subfluvial para expandir e melhorar as transmissões e comunicações entre as unidades judiciárias no interior do Estado.

O governador do Estado em exercício, desembargador Flávio Pascarelli, disse que a contrapartida do TJ-AM é financeira. “Vamos comparecer com R$ 1,5 milhão para fazer frente a um projeto grandioso como esse. Nós temos um problema grande em comunicação nas comarcas do interior do Amazonas, é uma realidade que conhecemos. Mas a partir desse projeto nós teremos conexão mais rápida, portanto, o juiz poderá de forma mais efetiva analisar os processo”, destacou.

O programa, chamado Amazônia Conectada, possui uma importância estratégica, uma vez que inaugura a utilização de tecnologia de instalação subfluvial capaz de viabilizar a implantação de cabos ópticos na Bacia Amazônica, trazendo comunicação de alta qualidade a toda a região Norte.

Segundo as autoridades, quando o programa estiver concluído será possível oferecer à população do interior do Estado uma série de serviços com a mesma qualidade da capital Manaus, como acesso à internet, telemedicina, ensino à distância, entre outros.

Publicidade
Publicidade