Segunda-feira, 19 de Abril de 2021
EMERGENCIAL

Sema lança programa para apoiar Unidades de Conservação no combate à pandemia

Iniciativa conta com recursos do Programa Arpa para dar suporte às secretarias municipais de Saúde no atendimento às populações tradicionais



WhatsApp_Image_2021-02-05_at_15.36.19_3824CA61-C468-41C5-B44F-649BF25CCCC3.jpeg Fotos: Arthur Castro/Secom
05/02/2021 às 16:29

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) lança, nesta sexta-feira (05/02), o Programa Emergencial de Combate à Pandemia nas Unidades de Conservação do Amazonas. O objetivo geral é apoiar os municípios no enfrentamento da Covid-19 entre populações tradicionais e moradores de Unidades de Conservação (UCs) do Estado.

Por meio do Programa Emergencial, a Secretaria do Meio Ambiente dará apoio operacional e logístico às prefeituras na imunização de comunidades ribeirinhas, tradicionais e indígenas que estão localizadas em UCs sob gestão da Sema.



Para sua implementação, a iniciativa conta com recursos do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), que serão convertidos para apoiar comunidades da capital e de outros 29 municípios do interior do estado.

De acordo com o secretário titular da Sema, Eduardo Taveira, serão beneficiados municípios-polo, que funcionam como referência de atendimento para populações residentes em UCs e no entorno de áreas protegidas.

“Desde o início da pandemia, a Secretaria do Meio Ambiente tem acompanhado o avanço dessa segunda onda nas Unidades de Conservação Estaduais. Temos dado todo o suporte junto aos gestores dessas áreas e, agora, estamos organizando esse pacote de apoio emergencial. A ideia é que a gente tenha um conjunto de ações integradas e rápidas de pronto-atendimento junto às comunidades, evitando um impacto maior em populações mais vulneráveis”, disse.

Na lista de cidades estão: Manaus, Apuí, Barcelos, Beruri, Borba, Canutama, Carauari, Careiro Castanho, Coari, Codajás, Eirunepé, Fonte Boa, Iranduba, Itapiranga, Jutaí, Lábrea, Maués, Manicoré, Maraã, Novo Airão, Nova Olinda do Norte, Novo Aripuanã, Nhamundá, Presidente Figueiredo, São Sebastião do Uatumã, Tefé e Tapauá.

Estão previstos apoios no transporte de vacinas e profissionais da saúde para as comunidades, bem como assistência no traslado de ribeirinhos para municípios-sede, na aquisição de combustível para lanchas, entre outras ações. Para tanto, as secretarias municipais de Saúde podem contactar a Sema para traçar, em conjunto, as estratégias de atendimento nas áreas protegidas.

Associações-mãe de Unidades de Conservação e Organizações Não Governamentais (ONGs) que atuam em Ucs do Estado também podem requisitar apoio da Secretaria para ações voltadas ao combate à Covid-19, por meio do e-mail demuc@sema.am.gov.br. Mais informações podem ser requisitadas pelo telefone (92) 98253-0500.

Fundo Emergencial – A Sema está em processo de finalização de um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) junto ao Fundo Nacional para a Biodiversidade (Funbio), prevendo a criação de um Fundo Emergencial exclusivo para ações contra a Covid-19 no Amazonas.

A parceria prevê a implementação de atividades de suporte à estruturação de unidades de saúde da rede pública nas UCs, assistência social e prevenção à Covid-19 nas comunidades tradicionais do estado. A previsão é que o acordo seja assinado ainda neste mês.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.