Publicidade
Amazônia
Amazônia

Semana da ‘Árvore e da Água’ será comemorada com plantio de mudas e atividades educativas

Cerca de 300 mudas de árvores frutíferas e florestais nativas da Amazônia serão plantadas na Área Verde do Loteamento Campo Dourado, Zona Norte 17/03/2015 às 12:54
Show 1
Uma das ações de distribuição e plantio de mudas, ocorreu em setembro do ano passado, no entorno do Igarapé do 40 (área do Prosamim 2), na Zona Sul
Jornal A Crítica Manaus (AM)

Como forma de chamar a atenção para a importância da conservação do recursos naturais, uma série de atividades de plantio e de sensibilização ambiental será realizada no próximo sábado e domingo, para marcar a “Semana da Árvore e da Água”.

Entre as atividades realizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), está o plantio de mudas que ocorrerá no sábado, na Área Verde do Loteamento Campo Dourado, Zona Norte, para promover a recuperação vegetal em um trecho degradado da área verde onde a prefeitura desenvolve a experiência-piloto do “Projeto Espaço Verde na Comunidade”.

No total, serão plantadas 300 mudas de árvores frutíferas e florestais nativas da Amazônia, com a participação dos próprios moradores do loteamento, que receberão certificados de “Amigos do Verde”.

Benefício

O projeto Espaço Verde na Comunidade deverá beneficiar ao menos outras cinco áreas verdes da cidade ainda este ano. “O objetivo é promover a integração dos moradores de loteamentos e conjuntos habitacionais com as suas áreas verdes ainda conservadas, e nada mais oportuno do que proporcionar esse momento de integração levando os moradores a se sentirem parte do processo de recomposição vegetal dessas áreas, mostrando que a obrigação de cuidar não é apenas do poder público”, explica a secretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Kátia Schweickardt.

A atividade de plantio inicia a partir das 8h30 do sábado. O evento ocorrerá num trecho de área degradada ao lado da escadaria de acesso à via principal do conjunto. “A ideia é realizar um plantio denso com espaçamento de trêds metros entre as árvores, reduzindo o impacto da degradação e proporcionando um ambiente adequado para o surgimento de aves, melhoria do clima, redução da temperatura, entre outros benefícios”, afirma a diretora de Arborização e Paisagismo da Semmas, Rosemary Bianco.

Compensação

O Projeto Espaço Verde no Campo Dourado está sendo realizado por meio de compensação ambiental firmada entre a Semmas e a Direcional Engenharia. Na última sexta-feira a secretária Kátia Schweickardt visitou a área para verificar o andamento dos trabalhos e o local onde será realizada a recomposição vegetal.

Publicidade
Publicidade