Quarta-feira, 08 de Julho de 2020
SISTEMA VIGIA

Sete cidades do AM iniciam instalação de sistema de radiocomunicação contra o tráfico

Estruturas irão reforçar a comunicação entre policiais que atuam nas fronteiras e rios do Amazonas contra o tráfico na Operação Hórus. Sistema é resultado de parceria de R$ 13 milhões entre o Ministério da Justiça e a SSP-AM



3ee90184-2044-40a2-9b40-dccd9cb61ce1_2C06865B-105B-43A2-9175-49915D190840.jpg Arte: Divulgação/MJSP
03/06/2020 às 10:19

Sete cidades do Amazonas iniciaram ontem (2) a instalação de equipamentos de radiocomunicação que pretendem reforçar a interação entre os agentes de segurança que atuam contra o tráfico de drogas e crimes ambientas no Estado. Resultado de parceria entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), e a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), o sistema possui investimento de R$ 13 milhões.

As cidades escolhidas para sediarem os equipamentos são Iranduba, Parintins, Coari, Tabatinga, São Gabriel da Cachoeira, Santo Antônio do Içá e Tefé.



Conforme o titular da SSP, coronel Louismar Bonates, os equipamentos irão possibilitar comunicação e apoio inédito para os policiais que atuam na região.

“Hoje, quando o policial se desloca de um município desses, após 15 minutos de barco ele já está sem comunicação com a sede nem com Manaus. Esse sistema, agora, vai possibilitar que nós, aqui de Manaus, ou do município que esteja lá próximo possa dar apoio para esse policial”, disse, ao elogiar a ação.


Bonates espera o sistema dê novo gás no combate ao tráfico. Foto: Jair Araújo/Arquivo

“Uma parceria importantíssima para o combate principalmente ao narcotráfico e crimes ambientais. As sete cidades escolhidas funcionam como rotas importantes do tráfico e, a partir da instalação desse sistema de radiocomunicação, terão mais R$ 4 milhões de investimento para uso no sistema”, completou.

A integração e reforço da comunicação entre os diversos agentes de segurança pública e defesa que atuam no Amazonas também foi destacada pelo coordenador-geral de Fronteiras da Seopi, Eduardo Bettini. “Os equipamentos irão trazer mais efetividade nas ações, principalmente no combate ao narcotráfico", explicou.

Programa VIGIA

Com atuação permanente no Amazonas desde novembro de 2019, o Programa VIGIA, até o momento, já apreendeu cerca de 6 toneladas de drogas, em especial "skunk", um tipo de "super-maconha" e cocaína negra na região.


Foto: Divulgação/Exército

Além do investimento de 13 milhões, a SEOPI empregou outros 4,5 milhões no custeio da manutenção do sistema pelos próximos 4 anos. A instalação do sistema é uma parceria do Programa VIGIA com o Exército Brasileiro e a previsão de término da implementação desses equipamentos é de 4 meses.

Bonates espera que a implementação do sistema avance para ainda mais regiões do Estado. “Esperamos que em breve ela seja expandida para os outros municípios do Amazonas. Controlar mais os nossos rios, porque a nossa rede hidroviária é muito grande, de difícil acesso e difícil controle. Esperamos agora ter uma efetividade maior ao combate da criminalidade”, concluiu o secretário Louismar Bonates.

News cd352277 0e1c 46a0 a7be 1c103dc77fdf 61069a10 0ddc 4dd3 a064 0924327cad53
Subeditor do Portal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.