Publicidade
Amazônia
Amazônia

Silves e Autazes decretam Situação de Emergência e serão atendidos pela Defesa Civil

Com esses dois municípios, sobre para 44 o número de cidades em Emergência no Amazonas. Boca do Acre permanece em Estado de Calamidade Pública 15/06/2015 às 13:56
Show 1
Em Autazes cerca de 1.552 famílias foram atingidas diretamente com a subida do nível do rio
Acritica.com Manaus (AM)

A Defesa Civil do Amazonas aceitou os decretos de Situação de Emergência dos municípios de Silves e Autazes, no Médio Amazonas. As cidades entram no cronograma de atendimento humanitário do órgão, que já distribuiu mais de 556 toneladas de alimentos não perecíveis as famílias afetadas pela enchente em todo o Estado.

Em Silves 420 famílias foram afetadas. Já em Autazes o contingente é maior, com 1.552 famílias atingidas diretamente com a subida do nível do rio. “Assim como as demais cidades em Emergência, Silves e Autazes também terão o suporte do Governo do Estado”, afirmou o Secretário Adjunto do órgão, Hermógenes Rabelo.

Com esses dois municípios, sobre para 44 o número de cidades em Emergência no Amazonas. Boca do Acre permanece em Estado de Calamidade Pública. Em recursos financeiros do Estado, repassados diretamente a 12 prefeituras, o montante foi de R$ 3,4 milhões.

O Governo do Estado, por meio da Defesa Civil AM, já distribuiu 556 toneladas de alimentos não perecíveis. Outros itens como colchões, redes, cobertores, mosquiteiros, produtos de higiene pessoal, medicamentos, hipoclorito de sódio, água potável, filtros de água e mais de 850 kit´s de madeira para a construção de pontes e marombas, também foram disponibilizados a população afetada.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade